AUTISMO EM GOIÂNIA

Seguidores

PALAVRAS DA FONOAUDIÓLOGA E MÃE MARILUCE

Eu não vou mudar meu filho porque é autista; eu prefiro mudar o mundo, e fazer um mundo melhor; pois é mais fácil meu filho entender o mundo, do que o mundo entender meu filho.

ESTOU SEMPRE NA BUSCA DE CONHECIMENTOS PARA AJUDAR MEU FILHO E PACIENTES. NÃO SOU ADEPTA DE NENHUM MÉTODO ESPECÍFICO, POIS PREFIRO ACREDITAR NOS SINAIS QUE CADA CRIANÇA DEMONSTRA. O MAIS IMPORTANTE É DEIXÁ-LOS SEREM CRIANÇAS, ACEITAR E AMAR O JEITO DIFERENTE DE SER DE CADA UM, POIS AFINAL; CADA CASO É UM CASO E PRECISAMOS RESPEITAR ESSAS DIFERENÇAS. COMPARAÇÃO? NÃO FAÇO NENHUMA. ISSO É SOFRIMENTO. MEU FILHO É ÚNICO, ASSIM COMO CADA PACIENTE.
SEMPRE REPASSO PARA OS PAIS - INFORMAÇÕES, ESTRATÉGIAS, ACOMODAÇÕES E PEÇO GENTILMENTE QUE "ESTUDEM" E NÃO FIQUEM SE LUDIBRIANDO COM "ESTÓRIAS" FANTASIOSAS DA INTERNET. PREFIRO VIVER O DIA APÓS DIA COM A CERTEZA DE QUE FAÇO O MELHOR PARA MEU FILHO E PACIENTES E QUE POSSO CONTAR COM OS MELHORES TERAPEUTAS - OS PAIS.

Por Mariluce Caetano Barbosa




COMO DEVO LIDAR COM MEU FILHO AUTISTA?

Comece por você, se reeduque, pois daqui pra frente seu mundo será totalmente diferente de tudo o que conheceu até agora. Se reeducar quer dizer: fale pouco, frases curtas e claras; aprenda a gostar de musicas que antes não ouviria; aprenda a ceder, sem se entregar; esqueça os preconceitos, seus ou dos outros, transcenda a coisas tão pequenas. Aprenda a ouvir sem que seja necessário palavras; aprenda a dar carinho sem esperar reciprocidade; aprenda a enxergar beleza onde ninguém vê coisa alguma; aprenda a valorizar os mínimos gestos. Aprenda a ser tradutora desse mundo tão caótico para ele, e você também terá de aprender a traduzir sentimentos, um exemplo disso: "nossa, meu filho tá tão agressivo", tradução: ele se sente frustrado e não sabe lidar com isso, ou está triste, ou apenas não sabe te dizer que ele não quer mais te ver chorando por ele.

domingo, 6 de maio de 2012

Integração Sensorial, Transtorno de Processamento Sensorial e Autismo

Anúncios
Autismoadaptação social e rovement aprendizagem imp após tratamento com células-troncowww.emcell.com/
Revista Quatro RodasAssine e Ganhe 1 Ano Mais 6 Meses.Assine 2 Anos e Ganhe Mais 1 Ano!www.Assine.Abril.com.br / QuatroRodas
Como eu superei o autismo?partilhar a minha experiência em primeira mão e Hipóteseiamvine.com
Anúncios
SAP computação na memóriauma Ajuda Mudar uma Maneira de Gerir o Seu Negócio com Dados em Tempo real,blogs.sap.com / Brasil / na memória
Exercícios do cérebroMelhorar a memória ea atenção com Brain Games por cientistaswww.lumosity.com
Muitas pessoas do espectro do autismo têm dificuldade em gerir a sua entrada sensorial. Eles podem super ou sub-reagem a entrada visual, tátil e auditiva - às vezes ao ponto onde eles são incapazes de participar de atividades típicas de vida. Mesmo as pessoas com Síndrome de Asperger, que são brilhantes e capazes, em muitos contextos, pode ser incapaz de ir ao cinema, sentar-se através de concertos, ou participar em actividades sociais, porque o som, luzes ou sensações são muito grandes.
Quando este for o caso, muitos praticantes fará um diagnóstico de Transtorno de Processamento Sensorial, e vai recomendar terapia de integração sensorial. Terapia de Integração Sensorial é geralmente fornecida por um terapeuta ocupacional.
É importante saber que o Transtorno de Processamento Sensorial ...
  • NÃO É um diagnóstico oficial do Manual de Diagnóstico
  • Não é um déficit central de desordens do espectro autista ou autismo
  • Não é um conceito totalmente aceito em todo o mainstream médico (Associação Americana de Pediatria afirma: ". A terapia ocupacional utilizando técnicas de integração sensorial para resolver os problemas de processamento sensorial é comumente usado em crianças com ASD Embora muitos acreditem que a terapia ocupacional é subjectivamente eficaz na educação e clínica definições, dados de pesquisa para apoiar a sua eficácia é escassa. terapia ocupacional e física pode ser útil na abordagem de coordenação e os déficits motores de planejamento que ocorrem em algumas crianças com ASD. "
Assim que é exatamente transtorno do processamento sensorial? Aqui está uma definição do KID Foundation (Fundação para o Conhecimento em Desenvolvimento), que se especializou na pesquisa e tratamento do Transtorno de Processamento Sensorial:
    Processamento sensorial se refere à nossa capacidade de assimilar informações através dos nossos sentidos (toque, movimento, odor, sabor, visão e audição), organizar e interpretar essas informações e dar uma resposta significativa. Para a maioria das pessoas, este processo é automático. Nós ouvimos alguém falar conosco, nosso cérebro recebe essa entrada e reconhecê-lo como uma voz falando em tom normal, e nós respondemos de forma adequada.
    As crianças que têm uma desordem do processamento sensorial (SPD), no entanto, não experimentam tais interacções da mesma maneira. SPD afeta a forma como seus cérebros interpretar a informação que vem, mas também afeta a forma como eles respondem a essas informações com o motor, emocional e outras reações. Por exemplo, algumas crianças são mais responsivos à sensação e sentir como se eles estão sendo constantemente bombardeados com a informação sensorial. Eles podem tentar eliminar ou minimizar essa sobrecarga percebida sensorial, evitando ser tocado ou sendo particular sobre a roupa. Algumas crianças estão sub-responsivo e têm um desejo quase insaciável de estimulação sensorial. Eles podem procurar a estimulação constante, participando de atividades extremas, tocando música alto, ou mover constantemente. Eles às vezes não percebe a dor ou objetos que são demasiado quente ou fria, e pode precisar de entrada de alta intensidade para se envolver em atividades. Outros ainda têm problemas para distinguir entre diferentes tipos de estimulação sensorial.
Se você acha que você ou outra pessoa pode ter Transtorno de Processamento Sensorial, além de um transtorno do espectro do autismo, você pode optar por uma avaliação por um terapeuta ocupacional e especialista na área. Esteja ciente de que (a) se você observar o que você acha que são questões sensoriais, é quase certo que o terapeuta vai concordar e (b) é improvável que a terapia de Integração Sensorial privado será coberto pelo seguro. É por isso que é extremamente importante ter a certeza de que o terapeuta avaliação tem uma experiência significativa com SPD e autismo: terapeutas ocupacionais, com um mínimo de treinamento em terapia de integração sensorial muitas vezes assumem pacientes SPD, assumindo que eles serão capazes de ajudar. Infelizmente, a falta de conhecimento pode fazer qualquer intervenção terapêutica caro e inútil.
Referências:
Associação Americana de Pediatria. Relatório Técnico: O Papel do Pediatra na Diagnóstico e Tratamento do Transtorno do Espectro Autista em crianças. PEDIATRIA Vol. 107 n º 5 Maio de 2001, p. e85.
Miller, Lucy Jane, Ph.D. Crianças sensacional: Esperança e ajuda para crianças com Transtorno de Processamento Sensorial (SPD).
Visão geral de Transtorno de Processamento Sensorial do Conhecimento no Desenvolvimento de site da Fundação.
Postar um comentário

NOSSO JORNAL

ESSE É O NOSSO DIFERENCIAL!

ESSE É O NOSSO DIFERENCIAL!
PROGRAMA ESTRUTURADO, INDIVIDUALIZADO. ATENDIMENTO DOMICILIAR.

Postagens populares

Minha lista de blogs

Ocorreu um erro neste gadget

GOOGLE ANALÍTICO