AUTISMO EM GOIÂNIA

Seguidores

PALAVRAS DA FONOAUDIÓLOGA E MÃE MARILUCE

Eu não vou mudar meu filho porque é autista; eu prefiro mudar o mundo, e fazer um mundo melhor; pois é mais fácil meu filho entender o mundo, do que o mundo entender meu filho.

ESTOU SEMPRE NA BUSCA DE CONHECIMENTOS PARA AJUDAR MEU FILHO E PACIENTES. NÃO SOU ADEPTA DE NENHUM MÉTODO ESPECÍFICO, POIS PREFIRO ACREDITAR NOS SINAIS QUE CADA CRIANÇA DEMONSTRA. O MAIS IMPORTANTE É DEIXÁ-LOS SEREM CRIANÇAS, ACEITAR E AMAR O JEITO DIFERENTE DE SER DE CADA UM, POIS AFINAL; CADA CASO É UM CASO E PRECISAMOS RESPEITAR ESSAS DIFERENÇAS. COMPARAÇÃO? NÃO FAÇO NENHUMA. ISSO É SOFRIMENTO. MEU FILHO É ÚNICO, ASSIM COMO CADA PACIENTE.
SEMPRE REPASSO PARA OS PAIS - INFORMAÇÕES, ESTRATÉGIAS, ACOMODAÇÕES E PEÇO GENTILMENTE QUE "ESTUDEM" E NÃO FIQUEM SE LUDIBRIANDO COM "ESTÓRIAS" FANTASIOSAS DA INTERNET. PREFIRO VIVER O DIA APÓS DIA COM A CERTEZA DE QUE FAÇO O MELHOR PARA MEU FILHO E PACIENTES E QUE POSSO CONTAR COM OS MELHORES TERAPEUTAS - OS PAIS.

Por Mariluce Caetano Barbosa




COMO DEVO LIDAR COM MEU FILHO AUTISTA?

Comece por você, se reeduque, pois daqui pra frente seu mundo será totalmente diferente de tudo o que conheceu até agora. Se reeducar quer dizer: fale pouco, frases curtas e claras; aprenda a gostar de musicas que antes não ouviria; aprenda a ceder, sem se entregar; esqueça os preconceitos, seus ou dos outros, transcenda a coisas tão pequenas. Aprenda a ouvir sem que seja necessário palavras; aprenda a dar carinho sem esperar reciprocidade; aprenda a enxergar beleza onde ninguém vê coisa alguma; aprenda a valorizar os mínimos gestos. Aprenda a ser tradutora desse mundo tão caótico para ele, e você também terá de aprender a traduzir sentimentos, um exemplo disso: "nossa, meu filho tá tão agressivo", tradução: ele se sente frustrado e não sabe lidar com isso, ou está triste, ou apenas não sabe te dizer que ele não quer mais te ver chorando por ele.

quinta-feira, 15 de março de 2012

TRANSTORNOS INVASIVOS DO DESENVOLVIMENTO ASPECTOS CLÍNICOS E GENÉTICOS



VICTOR RUGGIERI1, CLAUDIA ARBERAS2 

Departamento de Neurologia, Hospital de Pediatria John P.Garrahan, 

Seção de Genética, Hospital Infantil Ricardo Gutiérrez, Buenos Aires, Argentina
Resumo:
Transtornos Invasivos do Desenvolvimento são expressos compromisso com a desordem de socialização, de desenvolvimento da linguagem (verbal e não verbal) e interesses restritos com comportamentos repetitivos. 
A freqüência estimada na população em geral é 27.5/10.000. Em nosso trabalho analisamos os aspectos clínicos e genéticos de PDD: Autismo, Síndrome de Asperger, TID-SOE, síndrome de Rett eo transtorno desintegrativo da infância. Do ponto de vista clínico dos aspectos comportamentais jerarquizamos de reconhecimento. Em genética, destacamos diversas entidades com que esses transtornos estão associados de forma consistente, conhecidas síndromes genéticas, (aproximadamente 20% dos casos) ea base genética atualmente proposto para os restantes 80% ou formas não-sindrômica. O reconhecimento precoce destes transtornos do desenvolvimento e do diagnóstico de uma entidade específica associada permitir 
precoce e adequada abordagem terapêutica, o aconselhamento genético adequado e um controle específico do desenvolvimento antecipando possíveis complicações relacionadas com a entidade de base. Finalmente, embora a base genética do autismo não são identificados têm sido propostos genes candidatos localizados no cromossoma 15q, 2q, 17q, 7q, 12q, e afins a X, entre outros, que são analisados ​​neste trabalho e no futuro próximo, irá permitir uma melhor compreensão desses transtornos. 
Palavras-chave: autismo, síndrome de Asperger, a síndrome de Rett, transtorno desintegrativo da infância
Leia mais:

Artigos relacionados:
  1. Autismo sindrômico: I. GERAL
  2. ALTERAÇÃO DE ATENÇÃO EM desordens do espectro autista
  3. Sociocommunicative intervenções nos transtornos do espectro do autismo de alto funcionamento
  4. Reprodução e desenvolvimento em irmãos de crianças com autismo
  5. Médica e Comunidade: Autismo
Postar um comentário

NOSSO JORNAL

ESSE É O NOSSO DIFERENCIAL!

ESSE É O NOSSO DIFERENCIAL!
PROGRAMA ESTRUTURADO, INDIVIDUALIZADO. ATENDIMENTO DOMICILIAR.

Postagens populares

Minha lista de blogs

Ocorreu um erro neste gadget

GOOGLE ANALÍTICO