AUTISMO EM GOIÂNIA

Seguidores

PALAVRAS DA FONOAUDIÓLOGA E MÃE MARILUCE

Eu não vou mudar meu filho porque é autista; eu prefiro mudar o mundo, e fazer um mundo melhor; pois é mais fácil meu filho entender o mundo, do que o mundo entender meu filho.

ESTOU SEMPRE NA BUSCA DE CONHECIMENTOS PARA AJUDAR MEU FILHO E PACIENTES. NÃO SOU ADEPTA DE NENHUM MÉTODO ESPECÍFICO, POIS PREFIRO ACREDITAR NOS SINAIS QUE CADA CRIANÇA DEMONSTRA. O MAIS IMPORTANTE É DEIXÁ-LOS SEREM CRIANÇAS, ACEITAR E AMAR O JEITO DIFERENTE DE SER DE CADA UM, POIS AFINAL; CADA CASO É UM CASO E PRECISAMOS RESPEITAR ESSAS DIFERENÇAS. COMPARAÇÃO? NÃO FAÇO NENHUMA. ISSO É SOFRIMENTO. MEU FILHO É ÚNICO, ASSIM COMO CADA PACIENTE.
SEMPRE REPASSO PARA OS PAIS - INFORMAÇÕES, ESTRATÉGIAS, ACOMODAÇÕES E PEÇO GENTILMENTE QUE "ESTUDEM" E NÃO FIQUEM SE LUDIBRIANDO COM "ESTÓRIAS" FANTASIOSAS DA INTERNET. PREFIRO VIVER O DIA APÓS DIA COM A CERTEZA DE QUE FAÇO O MELHOR PARA MEU FILHO E PACIENTES E QUE POSSO CONTAR COM OS MELHORES TERAPEUTAS - OS PAIS.

Por Mariluce Caetano Barbosa




COMO DEVO LIDAR COM MEU FILHO AUTISTA?

Comece por você, se reeduque, pois daqui pra frente seu mundo será totalmente diferente de tudo o que conheceu até agora. Se reeducar quer dizer: fale pouco, frases curtas e claras; aprenda a gostar de musicas que antes não ouviria; aprenda a ceder, sem se entregar; esqueça os preconceitos, seus ou dos outros, transcenda a coisas tão pequenas. Aprenda a ouvir sem que seja necessário palavras; aprenda a dar carinho sem esperar reciprocidade; aprenda a enxergar beleza onde ninguém vê coisa alguma; aprenda a valorizar os mínimos gestos. Aprenda a ser tradutora desse mundo tão caótico para ele, e você também terá de aprender a traduzir sentimentos, um exemplo disso: "nossa, meu filho tá tão agressivo", tradução: ele se sente frustrado e não sabe lidar com isso, ou está triste, ou apenas não sabe te dizer que ele não quer mais te ver chorando por ele.

sexta-feira, 16 de março de 2012

Atenção prejudicada em perturbações do espectro do autismo

Dr. Nora E. Grañana

Resumo
O objetivo foi caracterizar os distúrbios de atenção em pacientes transtorno invasivo do desenvolvimento do espectro autista (AS), a fim de diferenciar o compromisso pessoal da co-morbidade do autismo com distúrbios de atenção não relacionados a sintomas centrais.
Realizamos uma pesquisa bibliográfica sobre os estudos de cuidados em pacientes com DA. Habilidades atencionais foram analisados ​​de acordo com modelos neuropsicológicos, protocolos neurofisiológicos e farmacológicos.
Próprias da AA distúrbios de atenção pode ser explicado pela alteração no processamento de três subsistemas, de acordo com o modelo de Mirsky:
1. Prontidão e atenção sustentada: comandado pelo sistema de ativação reticular ascendente. Seria afetada, dependendo da motivação e modalidade sensorial, e leva a menor pontuação em tarefas auditivas visuais.
2. A atenção seletiva: uma via responsável pela segmentação. A orientação aos estímulos visuais está aparentemente afetado mecanismo de atenção no autismo, tanto pela maior orientação aos estímulos irrelevantes ao contexto como a dificuldade em variar o foco do aconselhamento, especialmente em vários itens.
3. Controle da atenção: o sistema pré-frontal é responsável pelos aspectos executivos de atenção. Existem dificuldades no engate ou desengate a estímulos de acordo com a alteração do plano (deslocamento atencional) e inibição a estímulos preponderantes. A memória de trabalho não parece ser comprometida.
Por outro lado, alguns autistas apresentam déficits de comorbidade em atenção sustentada, semelhantes aos de crianças com transtorno de déficit de atenção com hiperatividade (TDAH). Descreveram o tratamento farmacológico de acordo com a natureza da desordem.
Diagnosticar com precisão e tratar estes distúrbios se otimizar a resposta a reabilitação cognitiva ea qualidade de vida de pacientes autistas.
Palavras-chave       
Por favor note, o transtorno autista espectro, déficit de atenção e hiperatividade, o metilfenidato, a risperidona, atomoxetina.
Baixar pdf:
Postar um comentário

NOSSO JORNAL

ESSE É O NOSSO DIFERENCIAL!

ESSE É O NOSSO DIFERENCIAL!
PROGRAMA ESTRUTURADO, INDIVIDUALIZADO. ATENDIMENTO DOMICILIAR.

Postagens populares

Minha lista de blogs

Ocorreu um erro neste gadget

GOOGLE ANALÍTICO