AUTISMO EM GOIÂNIA

Seguidores

PALAVRAS DA FONOAUDIÓLOGA E MÃE MARILUCE

Eu não vou mudar meu filho porque é autista; eu prefiro mudar o mundo, e fazer um mundo melhor; pois é mais fácil meu filho entender o mundo, do que o mundo entender meu filho.

ESTOU SEMPRE NA BUSCA DE CONHECIMENTOS PARA AJUDAR MEU FILHO E PACIENTES. NÃO SOU ADEPTA DE NENHUM MÉTODO ESPECÍFICO, POIS PREFIRO ACREDITAR NOS SINAIS QUE CADA CRIANÇA DEMONSTRA. O MAIS IMPORTANTE É DEIXÁ-LOS SEREM CRIANÇAS, ACEITAR E AMAR O JEITO DIFERENTE DE SER DE CADA UM, POIS AFINAL; CADA CASO É UM CASO E PRECISAMOS RESPEITAR ESSAS DIFERENÇAS. COMPARAÇÃO? NÃO FAÇO NENHUMA. ISSO É SOFRIMENTO. MEU FILHO É ÚNICO, ASSIM COMO CADA PACIENTE.
SEMPRE REPASSO PARA OS PAIS - INFORMAÇÕES, ESTRATÉGIAS, ACOMODAÇÕES E PEÇO GENTILMENTE QUE "ESTUDEM" E NÃO FIQUEM SE LUDIBRIANDO COM "ESTÓRIAS" FANTASIOSAS DA INTERNET. PREFIRO VIVER O DIA APÓS DIA COM A CERTEZA DE QUE FAÇO O MELHOR PARA MEU FILHO E PACIENTES E QUE POSSO CONTAR COM OS MELHORES TERAPEUTAS - OS PAIS.

Por Mariluce Caetano Barbosa




COMO DEVO LIDAR COM MEU FILHO AUTISTA?

Comece por você, se reeduque, pois daqui pra frente seu mundo será totalmente diferente de tudo o que conheceu até agora. Se reeducar quer dizer: fale pouco, frases curtas e claras; aprenda a gostar de musicas que antes não ouviria; aprenda a ceder, sem se entregar; esqueça os preconceitos, seus ou dos outros, transcenda a coisas tão pequenas. Aprenda a ouvir sem que seja necessário palavras; aprenda a dar carinho sem esperar reciprocidade; aprenda a enxergar beleza onde ninguém vê coisa alguma; aprenda a valorizar os mínimos gestos. Aprenda a ser tradutora desse mundo tão caótico para ele, e você também terá de aprender a traduzir sentimentos, um exemplo disso: "nossa, meu filho tá tão agressivo", tradução: ele se sente frustrado e não sabe lidar com isso, ou está triste, ou apenas não sabe te dizer que ele não quer mais te ver chorando por ele.

terça-feira, 8 de março de 2011

TERAPIA DO MOVIMENTO

Terapia do movimento
  Enviado em Wed 21 Oct 2009 por ADEFA (178 leituras)

Os indivíduos com autismo têm a dificuldade de alcançar e recuperar a informação nos bancos de memória de longo ou curto prazo. Ou o caminho não existe ou os transmissores são danificados. Isto faz a aprendizagem especialmente difícil para eles. A boa notícia é que os cientistas sabem agora que nós podemos frequentemente restaurar caminhos informativos danificados ou mesmo criar caminhos novos com um processo chamado reorientação cognitiva. Este “acordar o cérebro” é o núcleo da terapia do movimento do autismo.


O cérebro é a maior maravilha de processamento de informações.
Nós processamos e armazenamos a informação em áreas específicas do cérebro para utilizá-las a longo prazo ou a curto prazo. Quando nós precisamos dessa informação outra vez, nós a recuperamos através de um caminho utilizando a massa branca do cérebro que está na área total do cérebro, a massa cinzenta.
O processo de mapeamento de informações no cérebro é muito interessante. Imagine que você se muda para uma nova casa. Você não sabe onde encontrar a mercearia, a lavanderia de limpeza seco, o posto de gasolina ou nenhum outro estabelecimento que você precisa diariamente. Mas dentro de um curto período de tempo você encontra estes lugares e já não tem que pensar sobre as direções específicas que você tem que tomar para chegar a determinados lugares. Você entra em seu carro vira aqui, dobra ali e chega ao local como se estivesse ligado ao "piloto automático". Diariamente nós traçamos centenas de fragmentos de informações arquivando-as em nosso cérebro. Sem mesmo ter que pensar, quando nós precisamos de determinada informação nós recuperamos o arquivo indo diretamente até ele, através dos mapas cognitivos ou dos caminhos construídos.
Os indivíduos com autismo têm a dificuldade de alcançar e recuperar a informação nos bancos de memória de longo ou curto prazo. Ou o caminho não existe ou os transmissores são danificados. Isto faz a aprendizagem especialmente difícil para eles. A analogia é que os cérebros das nossas crianças funcionam como uma biblioteca onde nenhuma das informações são armazenadas de maneira organizada e categorizada. Pense na confusão que isto causa! A boa notícia é que os cientistas sabem agora que nós podemos frequentemente restaurar caminhos informativos danificados ou mesmo criar caminhos novos com um processo chamado reorientação cognitiva. Este “acordar o cérebro” é o núcleo da terapia do movimento do autismo.
O que é terapia do movimento do autismo?
AMT é uma poderosa estratégia de integração sensorial que conecta os hemisférios esquerdo e direito do cérebro (integração interhemisférica) combinando a modelação, o cálculo de movimento visual, o processamento receptivo auditivo, o ritmo e o sequenciamento “em uma aproximação de pensamento cognitivo do cérebro inteiro” que pode melhorar significativamente as habilidades comportamentais, emocionais, acadêmicas, sociais e discursivas.
O objetivo fundamental da terapia do movimento do autismo é que após 12 -14 semanas de duas ou três sessões semanais de 12 minutos, o indivíduo será mais complacente quando pedido para terminar tarefas, interagirá com os pares típicos seguindo instruções gerais mais freqüentemente, e estará usando ambos os lados de seu cérebro para isso. Aumentar a auto-determinação, junto com uma auto-estima mais saudável, são objetivos que vem em sequência.
Qual é a teoria atrás da terapia do movimento do autismo?
Nos indivíduos com autismo os hemisférios do cérebro esquerdo e direito na maior parte das vezes, não se comunicam um com o outro. O hemisfério esquerdo (analítico) ou lógico do cérebro é: verbal, responde ao significado da palavra, é seqüencial,processa a informação de forma linear, responde à lógica e faz planejamentos, recorda nomes de pessoas, faz utilizar a fala com poucos gestos, é pontual, prefere formas rígidas de estudo, prefere luzes brilhantes ao estudar. O hemisfério direito (global) ou artístico é: o visual, responde ao tom de voz, processa informações de forma aleatória e variada, responde à emoção, é impulsivo, recorda as feições das pessoas, produz gestos ao falar, é menos pontual, prefere o som ou a música no fundo ao estudar e prefere a mobilidade freqüente ao estudar. A informação viaja através do corpo caloso, que serve como a canalização ou a ponte entre os hemisférios esquerdo e direito. Os estudos indicam que esta ponte pode ser reforçada. AMT é projetada reorientar o cérebro cognitivamente. AMT usa a repetição de testes padrões e de seqüências do movimento para estabelecer caminhos legítimos ou estradas para que a informação viaje longitudinalmente. Isto ajuda indivíduos com autismo em processar, em armazenar e em recuperar a informação em uma maneira mais eficiente e mais eficaz.
Como pode isto ser possível?
Pense da seguinte maneira: Você compra uma casa nova com um quintal nos fundos. A residência é de primeira locação e a grama do quintal é verde, encantadora e cobre todo o terreno. Alguém começa a usar a lavanderia, que se encontra após o gramado. Após um tempo inevitavelmente se formará um caminho na grama ligando a casa a lavanderia. Isto é como nós fazemos caminhos novos no cérebro, tendo o curso da informação para a frente e para trás, repetidamente outra vez, ao longo dos mesmos transmissores da massa branca do cérebro até que o cérebro estabeleça que a rota viajada é o caminho preferido para a informação armazenada. Não parece tão impossível, certo?

Certamente muitos pais e profissionais acharão o seguinte exemplo familiar.
Uma criança com autismo vai ao parque com seu pai. Vê um cão e quando se inclina para baixo para acariciá-lo, seu pai olha para o céu e diz, “que céu azul encantador.” Um mês mais tarde o menino vê um cão na casa de um amigo. Apressa-se imediatamente para acariciar o cão e diz, “que encantador céu azul” - as palavras que ele mapeou cognitivamente e armazenou em seu banco de memória durante o seu passeio ao parque. Por estar experimentando novamente a mesma atividade, uma que apreciou, seu cérebro recupera as palavras (discurso) que ouviu de seu pai (informação áudio receptiva) que foram armazenadas junto com a imagem do cão (língua) e a ação de carícia (motor bruto). Quando a criança diz “o céu azul,” os adultos interpretam mal e entendem mal a criança imaginando que o menino acha que o nome do cão é “céu azul.”
Na realidade, a imagem do cão era o disparador visual para a recuperação da informação armazenada no cérebro do menino. Cada um de nós processa as informações desta mesma maneira. A diferença entre processar a informação correta ou errada, como no exemplo acima, é dependente da interpretação negativa ou positiva da informação. Nós processamos as informações através das sugestões áudio, visuais e naturais, que se transformam por sua vez em disparadores. Uma imagem visual pode ser um disparador assim como a informação auditiva e muitas vezes ambas transformam-se disparadores para o processo de recuperação de informações.
A terapia do movimento do autismo utiliza estas diferentes formas de processamento e disparadores de informação para remapear o cérebro. Exige que as crianças usem a língua receptiva para ouvir a música, processamento visual para ver a imagem física e as habilidades motoras brutas para reproduzir o que vêem.
Como funciona uma sessão de Terapia do Movimento do Autismo?
AMT é divertimento, envolvendo a música e a dança que serve a todas as idades! O programa está disponível através de aulas ou com um DVD instrutivo.
AMT é dividido em três níveis que levam aproximadamente 12-15 minutos para terminar, com uma divertida sessão de hip-hop no final. Cada um dos três níveis é dividido em mais cinco subseções: Um aquecimento, um movimento estacionário, um movimento de locomoção, uma improvisação e um relaxamento.
Mais importante, cada um dos três níveis é projetado como um patamar do nível acima 3 em 2, e em 2 em 1. O estudante começa com o nível 1 e com a repetição e a previsibilidade move-se para o nível seguinte quando dominou a seqüência e os padrões do movimento, tempo e ritmo da seção atual. Ou seja, move-se quando mapeou a seqüência e a padronização de movimentos (informação) e quando seu corpo responderá confiantemente a essa informação (disparadores).
O nível 1 é projetado para indivíduos com habilidades motoras grossa e fina e habilidades cognitivas emergentes.
O nível 1 introduz e treina o indivíduo “para traçar um caminho” escutando a música (que usa seu cérebro direito), interpretando visualmente o movimento corporal do demonstrador (que usa seu cérebro esquerdo), e mover conseqüentemente seu corpo no espaço com o ritmo da música (a aproximação inteira do cérebro). O nível 1 é essencialmente " Escute, veja e faça."
O nível 2, é o nível de desenvolver habilidades, é projetado para o indivíduo que está mais avançado em suas habilidades finas, brutas, e cognitivas e que dominou a seção do nível 1.
O nível 2 centra-se sobre seqüências mais longas, movimentos padrões mais complexos, e uma apreciação geral da forma da dança.
O nível 3, o nível proficiente, é projetado para o estudante que dominou as habilidades no nível 1 e no nível 2. Esta seção envolve sequências e movimentos padrões mais complexos e combina a improvisação com movimentos desafiantes.
O nível 4 é o nível de Hip Hop ou o nível instrutivo independente. Este nível é projetado para que o estudante dance à batida, usando as habilidades de ritmo e cadência que adquiriram nos três níveis precedentes e para ter o divertimento! Nossos crianças se sentem tão frequentemente deixadas de lado em festas e reuniões de família que este nível criativo os ajudam a se juntarem espontaneamente.
O objetivo é que o estudante mova facilmente do nível 1 ao nível 3 rapidamente Quanto tempo isto demora depende de cada estudante, como o cérebro irá responder a esse remapeamento e quão rapidamente os transmissores serão reprogramados. O último objetivo é que o estudante possa executar combinações independentes, sem o modelo adulto. A reorientação cognitiva exige dedicação e perseverança, junto com a repetição e a previsibilidade, chaves para a integração sensorial interhemisférica bem sucedida.
Nós queremos que nossas crianças executem bem as tarefas propostas; dominar estas habilidades básicas pode ter um impacto enorme em todas as áreas restantes da aprendizagem. Nós igualmente queremos que eles sejam o melhor que podem ser.
A terapia do movimento do autismo estimula o cérebro e acorda as áreas que estão dormentes. Mas, como a vida, é um processo e, duas crianças não respondem exatamente da mesma maneira. O programa pode ser usado com os jovens e crianças a partir de 3 anos de idade, contudo foi mostrado ser eficaz quando começado com adolescentes da mesma maneira. Como nós todos dizemos em nossa clínica, não desanime, anime-se! Treine novamente seu cérebro!
Postar um comentário

NOSSO JORNAL

ESSE É O NOSSO DIFERENCIAL!

ESSE É O NOSSO DIFERENCIAL!
PROGRAMA ESTRUTURADO, INDIVIDUALIZADO. ATENDIMENTO DOMICILIAR.

Postagens populares

Minha lista de blogs

Ocorreu um erro neste gadget

GOOGLE ANALÍTICO