AUTISMO EM GOIÂNIA

Seguidores

PALAVRAS DA FONOAUDIÓLOGA E MÃE MARILUCE

Eu não vou mudar meu filho porque é autista; eu prefiro mudar o mundo, e fazer um mundo melhor; pois é mais fácil meu filho entender o mundo, do que o mundo entender meu filho.

ESTOU SEMPRE NA BUSCA DE CONHECIMENTOS PARA AJUDAR MEU FILHO E PACIENTES. NÃO SOU ADEPTA DE NENHUM MÉTODO ESPECÍFICO, POIS PREFIRO ACREDITAR NOS SINAIS QUE CADA CRIANÇA DEMONSTRA. O MAIS IMPORTANTE É DEIXÁ-LOS SEREM CRIANÇAS, ACEITAR E AMAR O JEITO DIFERENTE DE SER DE CADA UM, POIS AFINAL; CADA CASO É UM CASO E PRECISAMOS RESPEITAR ESSAS DIFERENÇAS. COMPARAÇÃO? NÃO FAÇO NENHUMA. ISSO É SOFRIMENTO. MEU FILHO É ÚNICO, ASSIM COMO CADA PACIENTE.
SEMPRE REPASSO PARA OS PAIS - INFORMAÇÕES, ESTRATÉGIAS, ACOMODAÇÕES E PEÇO GENTILMENTE QUE "ESTUDEM" E NÃO FIQUEM SE LUDIBRIANDO COM "ESTÓRIAS" FANTASIOSAS DA INTERNET. PREFIRO VIVER O DIA APÓS DIA COM A CERTEZA DE QUE FAÇO O MELHOR PARA MEU FILHO E PACIENTES E QUE POSSO CONTAR COM OS MELHORES TERAPEUTAS - OS PAIS.

Por Mariluce Caetano Barbosa




COMO DEVO LIDAR COM MEU FILHO AUTISTA?

Comece por você, se reeduque, pois daqui pra frente seu mundo será totalmente diferente de tudo o que conheceu até agora. Se reeducar quer dizer: fale pouco, frases curtas e claras; aprenda a gostar de musicas que antes não ouviria; aprenda a ceder, sem se entregar; esqueça os preconceitos, seus ou dos outros, transcenda a coisas tão pequenas. Aprenda a ouvir sem que seja necessário palavras; aprenda a dar carinho sem esperar reciprocidade; aprenda a enxergar beleza onde ninguém vê coisa alguma; aprenda a valorizar os mínimos gestos. Aprenda a ser tradutora desse mundo tão caótico para ele, e você também terá de aprender a traduzir sentimentos, um exemplo disso: "nossa, meu filho tá tão agressivo", tradução: ele se sente frustrado e não sabe lidar com isso, ou está triste, ou apenas não sabe te dizer que ele não quer mais te ver chorando por ele.

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

AUTISMO - MATERIAIS PARA AVALIAÇÕES


A. Questionários de triagem em distúrbios sociais e de comunicação são:

•     M-CHAT (Questionário Modificado para detecção de risco de autismo , Robins et al., 2001)
•     PABs-CS (Escala de Comportamento comunicativo e simbólico
•     SCQ (Social Questionário de Comunicação, Rutter, Bailey, Bereument, Senhor e Pickles, 2005) . 

•     CAST (Teste de Síndrome de Asperger na Infância, Scott, FJ, Baron-Cohen, S., Bolton, P., Brayne, C., 2002) 
  
B. Avaliação de competência mental.
•     Lista dos testes mentais criadas pelo Bureau de avaliação e diagnóstico de AETAPI tokens simples inclui-se explicando os testes e seu método de administração. O que você pode verificar se você clicar aqui

C. Sintomas de autismo
•     Esquema Geral de Observação para o Diagnóstico de Autismo (Autism Diagnostic Observation Schedule - Genérico, ADOS-G) (Rutter, LeCouteur e Senhor, 2000). O ADOS-G é a ferramenta de triagem semi-estruturadas mais recomendado por todos os grupos de especialistas internacionais no autismo. Tem 4 módulos que são administrados de acordo com a idade da criança e competências linguísticas. Avaliar as diferentes áreas que são alterados em crianças com transtornos invasivos do desenvolvimento, especialmente a comunicação recíproca e relações sociais.

•     Autism Diagnostic Interview-Revised (Entrevista Autism Diagnostic, ADI-R) (Rutter, LeCouteur e Senhor, 2000). A ADI-R avalia, através de uma entrevista semi-estruturada, as diferentes áreas em que as crianças com transtornos invasivos do desenvolvimento têm alterações: flexibilidade recíproca interação, comunicação e linguagem play, e comportamental social.

•     Teste de Análise da competência comunicativa e Autismo Interactive, ACACIA (Tamarit, 2001) . Teste avalia Acacia sócio-comunicativa habilidades através de situações naturais. Tem a grande vantagem que ele pode avaliar as pessoas, sem a linguagem e Deficiência Intelectual.

•     Entrevista de Diagnóstico de Distúrbios Sociais e de Comunicação, DISCO , (Wing et al., 2002). Entrevista cobrindo uma grande variedade de sintomas. Pode ser usado para todas as idades e níveis de habilidade.

•     Modelo de entrevista de diagnóstico do autismo . Este protocolo foi proposto a partir da Força-Tarefa feita pelo Plano Nacional de Crianças com Autismo, NAS (LeCouteur et al, 2002;). fazer uma avaliação completa da história do desenvolvimento de uma pessoa com autismo. Tem sido traduzido por Ruben Palomo para AETAPI e você pode encontrar aqui
Postar um comentário

NOSSO JORNAL

ESSE É O NOSSO DIFERENCIAL!

ESSE É O NOSSO DIFERENCIAL!
PROGRAMA ESTRUTURADO, INDIVIDUALIZADO. ATENDIMENTO DOMICILIAR.

Postagens populares

Minha lista de blogs

Ocorreu um erro neste gadget

GOOGLE ANALÍTICO