AUTISMO EM GOIÂNIA

Seguidores

PALAVRAS DA FONOAUDIÓLOGA E MÃE MARILUCE

Eu não vou mudar meu filho porque é autista; eu prefiro mudar o mundo, e fazer um mundo melhor; pois é mais fácil meu filho entender o mundo, do que o mundo entender meu filho.

ESTOU SEMPRE NA BUSCA DE CONHECIMENTOS PARA AJUDAR MEU FILHO E PACIENTES. NÃO SOU ADEPTA DE NENHUM MÉTODO ESPECÍFICO, POIS PREFIRO ACREDITAR NOS SINAIS QUE CADA CRIANÇA DEMONSTRA. O MAIS IMPORTANTE É DEIXÁ-LOS SEREM CRIANÇAS, ACEITAR E AMAR O JEITO DIFERENTE DE SER DE CADA UM, POIS AFINAL; CADA CASO É UM CASO E PRECISAMOS RESPEITAR ESSAS DIFERENÇAS. COMPARAÇÃO? NÃO FAÇO NENHUMA. ISSO É SOFRIMENTO. MEU FILHO É ÚNICO, ASSIM COMO CADA PACIENTE.
SEMPRE REPASSO PARA OS PAIS - INFORMAÇÕES, ESTRATÉGIAS, ACOMODAÇÕES E PEÇO GENTILMENTE QUE "ESTUDEM" E NÃO FIQUEM SE LUDIBRIANDO COM "ESTÓRIAS" FANTASIOSAS DA INTERNET. PREFIRO VIVER O DIA APÓS DIA COM A CERTEZA DE QUE FAÇO O MELHOR PARA MEU FILHO E PACIENTES E QUE POSSO CONTAR COM OS MELHORES TERAPEUTAS - OS PAIS.

Por Mariluce Caetano Barbosa




COMO DEVO LIDAR COM MEU FILHO AUTISTA?

Comece por você, se reeduque, pois daqui pra frente seu mundo será totalmente diferente de tudo o que conheceu até agora. Se reeducar quer dizer: fale pouco, frases curtas e claras; aprenda a gostar de musicas que antes não ouviria; aprenda a ceder, sem se entregar; esqueça os preconceitos, seus ou dos outros, transcenda a coisas tão pequenas. Aprenda a ouvir sem que seja necessário palavras; aprenda a dar carinho sem esperar reciprocidade; aprenda a enxergar beleza onde ninguém vê coisa alguma; aprenda a valorizar os mínimos gestos. Aprenda a ser tradutora desse mundo tão caótico para ele, e você também terá de aprender a traduzir sentimentos, um exemplo disso: "nossa, meu filho tá tão agressivo", tradução: ele se sente frustrado e não sabe lidar com isso, ou está triste, ou apenas não sabe te dizer que ele não quer mais te ver chorando por ele.

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Quais os sinais de Transtorno de Processamento Sensorial?


A criança pode apresentar alguns sinais discretos de transtorno de processamento sensorial que são indícios de uma dificuldade específica que afetam as habilidades da criança em fazer o que quer ou necessita realizar. Se a criança apresenta vários comportamentos como os descritos abaixo, pode ser encaminhada para uma avaliação, onde o terapeuta traça o perfil sensorial da criança e elabora um programa de tratamento específico e individualizado.

.Tipo 1
.Transtorno de Modulação Sensorial
Evitam toques ou atividades que envolvam toques
Tocam tudo enquanto se locomovem
Tapam os ouvidos em ambientes com som ambiente diverso
Cheiram objetos e pessoas o tempo todo
Se assutam facilmente
São muito seletivas para comer, rejeitam alimentos com texturas específicas
Sentem enjôo ou náusea em veículos em movimento
Dificuldades em regular os ciclos de sono
Rejeitam tomar banho, escovar os dentes e lavar as mãos frequentemente
Choro excessivo em terapias, em contato com outras pessoas
Medos excessivos de cair, de movimentar-se, de altura
Movimentam-se, balançam os pés, tamborilam os dedos, o tempo todo para comer, escrever, ler e manter a atenção
Detestam brincadeiras de movimento ou playground
Estão em contante movimento, só brincam em atividades de muito movimento
Nunca choram quando se machucam
Náusea ou vómito com alimentos texturizados ou em consistências específicas (purê, sopa, caldo, granulados)

.Tipo 2
.Transtorno de Discriminação Sensorial
Não conseguem manter a atenção em uma atividade
Parecem não ter preferências alimentares nem declaram gostos por comidas
Não percebem mudanças no discruso, entonações ou assunto
Não usam as pistas visuais para orientar-se no ambiente
Não percebem mudanças climáticas, uso inadequado de roupas a temperatura ambiente
Dificuldades para diferenciar letras, sons, palavras
Não conseguem explorar brinquedos e objetos
Parecem não ouvir quando chamadas pelo nome, não distingue tons de fala e não identifica quem a está chamando sem olhar

.Tipo 3
.Transtorno Motor com Base Sensorial
Não consegue realizar atividades com várias etapas
Debruçam-se sobre a mesa para escrever, comer e ler
Parece não saber como resolver um problema simples para sua idade
Não conseguem seguir regras e sequenciar etapas para concluir uma ação
Sentem-se frustadas com atividades em grupo, esportes
Parecem muito desajeitadas ao manipular um objeto, derrubam tudo o tempo todo
Dificuldades em sequenciamento, formação de frases e textos
Dificuldades no traçado das letras, na grafia abstrata e na coordenação motora sem nenhum comprometimento motor
Dificuldades em correr, pular, saltar, atirar objetos em alvos sem comprometimento motor que explique sua dificuldade
Movem-se muito lentamente com excesso de cautela, parece sempre ter um obstáculo a sua frente

Postar um comentário

NOSSO JORNAL

ESSE É O NOSSO DIFERENCIAL!

ESSE É O NOSSO DIFERENCIAL!
PROGRAMA ESTRUTURADO, INDIVIDUALIZADO. ATENDIMENTO DOMICILIAR.

Postagens populares

Minha lista de blogs

Ocorreu um erro neste gadget

GOOGLE ANALÍTICO