AUTISMO EM GOIÂNIA

Seguidores

PALAVRAS DA FONOAUDIÓLOGA E MÃE MARILUCE

Eu não vou mudar meu filho porque é autista; eu prefiro mudar o mundo, e fazer um mundo melhor; pois é mais fácil meu filho entender o mundo, do que o mundo entender meu filho.

ESTOU SEMPRE NA BUSCA DE CONHECIMENTOS PARA AJUDAR MEU FILHO E PACIENTES. NÃO SOU ADEPTA DE NENHUM MÉTODO ESPECÍFICO, POIS PREFIRO ACREDITAR NOS SINAIS QUE CADA CRIANÇA DEMONSTRA. O MAIS IMPORTANTE É DEIXÁ-LOS SEREM CRIANÇAS, ACEITAR E AMAR O JEITO DIFERENTE DE SER DE CADA UM, POIS AFINAL; CADA CASO É UM CASO E PRECISAMOS RESPEITAR ESSAS DIFERENÇAS. COMPARAÇÃO? NÃO FAÇO NENHUMA. ISSO É SOFRIMENTO. MEU FILHO É ÚNICO, ASSIM COMO CADA PACIENTE.
SEMPRE REPASSO PARA OS PAIS - INFORMAÇÕES, ESTRATÉGIAS, ACOMODAÇÕES E PEÇO GENTILMENTE QUE "ESTUDEM" E NÃO FIQUEM SE LUDIBRIANDO COM "ESTÓRIAS" FANTASIOSAS DA INTERNET. PREFIRO VIVER O DIA APÓS DIA COM A CERTEZA DE QUE FAÇO O MELHOR PARA MEU FILHO E PACIENTES E QUE POSSO CONTAR COM OS MELHORES TERAPEUTAS - OS PAIS.

Por Mariluce Caetano Barbosa




COMO DEVO LIDAR COM MEU FILHO AUTISTA?

Comece por você, se reeduque, pois daqui pra frente seu mundo será totalmente diferente de tudo o que conheceu até agora. Se reeducar quer dizer: fale pouco, frases curtas e claras; aprenda a gostar de musicas que antes não ouviria; aprenda a ceder, sem se entregar; esqueça os preconceitos, seus ou dos outros, transcenda a coisas tão pequenas. Aprenda a ouvir sem que seja necessário palavras; aprenda a dar carinho sem esperar reciprocidade; aprenda a enxergar beleza onde ninguém vê coisa alguma; aprenda a valorizar os mínimos gestos. Aprenda a ser tradutora desse mundo tão caótico para ele, e você também terá de aprender a traduzir sentimentos, um exemplo disso: "nossa, meu filho tá tão agressivo", tradução: ele se sente frustrado e não sabe lidar com isso, ou está triste, ou apenas não sabe te dizer que ele não quer mais te ver chorando por ele.

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Integração sensorial em crianças com autismo

O autismo é uma desordem rara do cérebro que tem confundido profissionais e pais desde que foi reconhecido. A criança autista apresenta muitos sintomas de processamento sensorial pobres, o que é visto em crianças com distúrbio cerebral mínima, e suas interações com o ambiente físico são correspondentemente pobres. No entanto, crianças com autismo têm problemas adicionais na área sensório-motora e outras áreas
O autismo é caracterizado por uma falta de relacionamento com os outros, com a possível exceção de um ou dois indivíduos do meio. A criança com autismo é descrito como sendo "em seu próprio mundo" e que geralmente não quer que os outros neste mundo. Se ele aprende a falar, sua fala é muitas vezes limitada, a articulação das palavras é geralmente bom, mas falta a entonação e há um som monótono como um papagaio. Além disso, crianças com autismo têm problemas emocionais, tem acessos de raiva, torna-se extremamente agressivo, e chegando a machucar outras pessoas.
Alguns terapeutas de integração sensorial ter trabalhado com crianças com autismo, mas há menos experiência profissional geral, mantendo a terapia de integração sensorial para crianças com autismo, como acontece com outras crianças com outro tipo de desordem cerebral. Alguns jovens com autismo têm adquirida com a terapia, enquanto outros se melhorar um pouco em tudo. É encorajador provocar nenhuma alteração apreciável na organização do cérebro em crianças com autismo. Especialmente após a abordagens bioquímicas para o problema que ofereceram ajuda só um pouco, e as técnicas de modificação de comportamento, que só utilizado para focar no comportamento da criança sem alterar a condição do cérebro que causa o comportamento.
Transtorno de Processamento Sensorial
Quando as crianças com autismo em conjunto para realizar os testes padrões de resultados função sensorial integração são semelhantes aos de crianças normais com dispraxia. Eles têm problemas na localização de estímulos táteis, saber onde suas mãos, mas não podem vê-los. Eles têm muitos problemas com o planejamento motor, como mostrado por um teste no qual o examinador raramente toma uma posição e que a criança deve imitar essa posição. Embora as respostas postural da criança não são muito bem desenvolvidos, são muitas vezes melhores do que aqueles aprendidos por crianças deficientes. Isso indica que as partes do cérebro da criança que processa estímulos proprioceptivos e vestibulares muitas necessidades respostas posturais. Também parece que os nervos que levam informações para as áreas sensoriais do córtex cerebral estão fazendo um trabalho adequado. Algum outro aspecto do processamento sensorial está causando o problema em outras partes do cérebro não está funcionando bem.
Há três aspectos do processamento sensorial pobres que vemos em crianças com autimo.
1. A entrada sensorial não está a ser "registrado" corretamente no cérebro da criança, para que ele preste atenção às coisas, enquanto em outras vezes ele reage. 
2. Ele não pode bem em informação sensorial modular. As sensações vestibular e tátil especialmente, desencadear insegurança gravitacional ou defensividade tátil. 
3. A parte de seu cérebro que faz você querer fazer as coisas, especialmente novo ou diferente, não funciona normalmente, então a criança tem pouco ou nenhum interesse em fazer as coisas que são certas ou construtiva.
O registro de informação sensorial
A maioria de nós já passaram por uma rua familiar várias vezes e um dia ele notou algo que nunca tinha visto antes. Poderíamos perguntar se o sinal ou a construção ou o que quer, é novo e estamos surpresos ao descobrir quem esteve lá o tempo todo. Isso significa que nosso cérebro simplesmente "decidiu" que este assunto foi nota importante no momento. Nós geralmente não estão mesmo cientes do motivo pelo qual chamou a atenção na época. Algo poderia ter sido um pouco diferente, talvez, a nossa imagem da coisa com o sol é diferente e essa diferença causada nossos cérebros fazer um "record" da imagem que tinha anteriormente ignorados.
Há uma parte do cérebro (sistema límbico) que "decidem" o que será gravado e estímulos sensoriais atrair nossa atenção e vamos decidir se algo sobre essa informação. Esta é a parte que não funciona bem no cérebro de crianças com autismo, e ele não grava muitas coisas que todo mundo percebeu. Depende de como mal esta parte está trabalhando, a resposta da criança ao tratamento do autismo.
Estímulos auditivos e visuais são "ignorados", ou não registradas, com mais freqüência do que outros tipos de estimulação sensorial. A criança com autismo normalmente não prestam atenção ao som de um sino, ou outros ruídos, e não até mesmo gravar o que é dito. Às vezes, o cérebro decide registrar a entrada e, em seguida, a criança responde. Às vezes, ele parece ouvir sons mais altos do que para outros. A maioria das pessoas não conseguem gravar um som se continuar por um longo tempo sem mudar muito.
A criança com autismo, no entanto não se acostumar com um som constante e contínuo e "não em sintonia com estes sons", e às vezes eu ligo a este a tomar mais atenção a coisas desse tipo. Às vezes, mostra um som mais rico e outros sons vão quase despercebido. A criança com autismo pode também ignorar seu campo visual. Ele olha através das pessoas, e evitar olhar nos olhos deles quando o vêem. Muitas vezes ele não dá atenção para os olhos brinquedos, mas às vezes o cérebro, muitas vezes decidir pagar a atenção para os brinquedos, mas às vezes o cérebro decidir pagar a atenção mais cuidadosa e prolongada a um pequeno detalhe, como uma mancha no chão. Seu cérebro tem um regulador de saber que a informação visual é importante eo que não é relevante. Um tipo de estímulo visual, as listras que chamar a atenção da maioria das crianças com autismo. Se você mover diante dos olhos da criança um papel com listras brancas cores alternadas, este ativa o "nistagmo de movimento", que por sua vez estimula os núcleos vestibulares (Nós já discutimos nistagmo postrotatorio consiste de um movimento lado para o outro do olho causado por estimulação vestibular. nistagmo movimento semelhante no olho causada pela entrada de um estímulo visual).Acreditamos que a estimulação dos núcleos vestibular ajuda o cérebro a registrar a entrada e estímulos visuais que seja significativo para a criança.
A criança com autismo também tem problemas para registrar outras sensações. Em um teste, colocamos um colchão de ar na parte de trás do pescoço, a maioria das pessoas, incluindo crianças com transtorno Pussycat cerebral, você sente um pouco desconfortável com isso e manter os ombros para frente ou para trás para ver o que somos. Muitas crianças com autismo não apresentam qualquer resposta a este teste. Muitas dessas crianças, aparentemente, não registram os cheiros e não sinto nenhuma dor a menos que seja muito intenso.No entanto, algumas crianças com autismo são extremamente sensíveis às texturas das coisas, quando jovens, eles podem resistir a forte não para o conforto como a textura.
Eles podem responder negativamente a ser animado por outra pessoa. Crianças com apraxia severa eles também têm muitas vezes problemas de processamento sensorial.
Massagem e pressão forte é o tipo de estimulação tátil geralmente produz uma resposta positiva em crianças com autismo. Pode ser como e permitir que dois colchões e ter algo pesado (como um pergaminho) para rolar sobre ele. Ele pode colocar suas mãos em coisas muito pesadas e podem desfrutar, mas talvez só sentimentos muito fortes são registrados em seu cérebro. Algumas dessas crianças agem como se as mãos se sentir desconfortável o tempo todo, e uma forte pressão faz com que se sintam melhor. As crianças com dispraxia pode muitas vezes também como massagem e pressão, mas eles parecem gravar a entrada mais facilmente do que a criança com autismo.
A criança com autismo perceber o estímulo dos seus músculos e articulações melhor do que seus olhos e ouvidos. Puxando os braços ou as pernas para estimular os receptores nas articulações e músculos, as crianças com autismo muitas vezes oferecem seus braços e pernas para puxar o terapeuta. Nós interpretamos isso para ilustrar a esses sentimentos para que sejam agradáveis. Outros exemplos que apenas sentimentos muito fortes, até mesmo doloroso, são registrados pelo cérebro autista
Crianças com autismo ou procurar movimento e estimulação vestibular fortemente ou rejeitá-la completamente.Nada disso resposta é normal. Algumas crianças com autismo e parece querer muito movimento que lhes dão prazer, os movimentos de viragem não levá-los a se sentir tonto ou enjoado. Isto sugere que o cérebro registre nenhuma entrada de vestibular, quando deveria.
Quase todas as crianças com autismo apresentam uma curta duração de postrotatorio nistagmo, quando testado com os olhos luz do dia e aberto. Tal como acontece com a criança com uma desordem bilateral vestibular, a curta duração do nistagmo indica que um caminho importante para sensações vestibular não estão sendo bem utilizado. Algumas partes do cérebro é provável que inibem os núcleos vestibulares. Isto não significa que todos os aspectos do fluxo de sensações vestibular não estão sendo registradas, muitas crianças com autismo com nistagmo de curta duração também mostram insegurança gravitacional, isto significa que alguns insumos vestibular a ser gravado, ea falta de modulação em este sentimento está causando dor em crianças.
"Registo sensorial" na criança com autismo pode parecer fantasiosa para os outros. Se o seu cérebro decide registrar uma entrada sensorial de um dia, por que não gravar alguma coisa semelhante no outro dia?
Esta inconsistência pode levar até o pai dizer: "Ele poderia, se ele queria ouvir" ou por que ele gosta de jogar com qualquer um dos meus sapatos, mas não pagam a atenção para a sua? "O" Se ele pode fritar ovos para ele, por que não colocar a mesa? "Parece que a criança estava deliberadamente obstinados ou dando uma provação para os pais, mas isso geralmente não é o caso. A criança com autismo não tem cérebro eficaz que permite que a maioria de nós para ser consistente, de um dia para outro ou de uma tarefa para outra.
A criança com autismo muitas vezes pode motivar registo sensorial se você der um incentivo adequado, é por isso que os procedimentos de modificação de comportamento são eficazes com estas crianças. Terapia de integração sensorial também pode manter um incentivo para que a criança sentimentos registro. Mas este incentivo é interno e natural. O prazer de estimulação vestibular durante a terapia ajuda a motivar a criança, e também ajuda o cérebro a processar outros insumos, especialmente visual. Crianças com autismo estabelecer contato visual mais com o terapeuta durante ou imediatamente após as sessões com movimentos corporais envolvendo muito estimulação vestibular.
Modulação dos estímulos sensoriais.
O cérebro não só registra entrada sensorial, mas em alguns casos não modula a entrada das sensações vestibulares e táteis em particular. Um número significativo de crianças com autismo e resiste movimento tem insegurança gravitacional, porque eles não são capazes de modular a entrada sensorial do sistema vestibular.Às vezes, eles vão se sentir confortável no balanço no colo de seu pai, sugerindo que o movimento nem sempre é o que causa ansiedade, mas a falta de sentimento profundamente enraizado nele. A criança autista tem medo se alguém tenta colocá-los de cabeça para baixo, ou colocá-los em um lugar alto, ou levá-los a uma posição estranha. Se uma criança tem insegurança gravitacional, pelo menos sabemos que ele está passando por algumas informações sensoriais, ea terapia é mais bem sucedido então.
Já reparou que a maioria das crianças com autismo não registrar muitas sensações táteis, a menos que estes sentimentos são muito fortes. No entanto, às vezes eles gravaram sensações como tato, reagindo a elas de uma forma defensiva.
A integração das sensações.
Como a criança com autismo é inconsistente na captura de muitos dos sentimentos de seu ambiente, ele não pode integrar essas sensações para formar uma clara percepção de espaço e de si mesmo em relação ao espaço. Ele pode levar um longo tempo para estabelecer uma percepção visual, e mesmo quando vê algo, não percebê-lo. Assim, a criança com autismo não pode querer colocar um casaco novo, porque ele não formou uma percepção da família dele. Ele poderia aceitar o colete mais rapidamente depois que ele já viu várias vezes.Poderia ajudar a colocar o colete ao redor dos ombros por algum tempo antes que ele quer esperar para usá-lo.A sensação de tocar em seu colete no ombro pode ajudar a formar uma percepção de que ele não conseguia input visual exclusivo. Qualquer novo status como a primeira sessão de terapia, a criança apresentava uma enorme gama de estímulos sensoriais desorganizada, especialmente visual, é provável que reagem com ansiedade e resistência até que o ambiente tem experimentado várias vezes e pode reconhecê-lo como uma família-friendly com certeza. Algumas crianças têm tantos problemas de gravação os elementos espaciais do ambiente, e eles ficam com raiva sempre que algo é mudado em parte, por exemplo. , Ou na terapia, uma alteração na ordem das coisas faz-nos sentir inseguros. Às vezes uma criança com autismo é perturbado na terapia se sua mãe se senta em um lugar diferente do que o habitual. Devemos ter paciência e entender que para ajudar as crianças com autismo é necessário para apoiar os seus pobres percepções sensoriais.
A percepção de estímulos auditivos é ineficiente, por isso o estabelecimento das percepções da comunicação é limitada. Da mesma forma, sem uma gravação normal de informações sensoriais da pele, músculos, articulações e sistema vestibular, a criança não pode desenvolver uma consciência corporal adequada, claro.Falta-lhe a abordagem neural, a si mesmo e do mundo e, portanto, não podem interagir com o mundo. E não pode aprender a planejar seus movimentos. Porque ele não pode facilmente sentir seu corpo ou o que você está fazendo
Este sensações privadas física que permite o desenvolvimento de auto-cuidado e para o desenvolvimento do esquema corporal.
Querer fazer as coisas.
A maioria de nós já sentiu vontade de se mover. Talvez quando o alarme dispara, e ainda temos muito o sono, ou quando uma criança chama, e fomos dormir depois de um dia muito cansado, sabemos que devemos nos levantar e agir, mas algo em nossos cérebros nos fez ficar lá e ignorar o mundo. Este sentimento que uma pessoa experimenta é normal de vez em quando, é algo semelhante ao que uma criança com autismo se sente na maioria das vezes.
O planejamento de ações.
Há uma parte do cérebro que está preocupado com o desejo de iniciar um comportamento, respondem a estímulos sensoriais, fazer algo novo ou diferente. Esta parte do cérebro tem o efeito de energização, diz, "Do it" para as partes do cérebro responsável por mover os músculos do corpo. Este sistema trabalha em estreita colaboração com o sistema que registra ou presta atenção a estímulos sensoriais. O resultado da entrada sensorial eo registro sensorial é a opção de fazer algo sobre esses sentimentos ou ignorar deliberadamente
Como o resultado que registra sensação, planejamento de ação está trabalhando mal em crianças com autismo. Não que ele não faz nada, mas você não pode começar a fazer algo específico ou construtiva. Seu ato consiste em ações simples, repetitiva, muitas vezes apenas visa o alinhamento e girando objetos por longos períodos de tempo. Não realize ações mais complexas. Se alguém mostra uma ação, geralmente dispostos a fazer.
O menino tem algumas habilidades para jogar com brinquedos ou interagir com o ambiente, quando uma motivação suficiente para agir, pode fazer algumas coisas complexas, como passando por uma série de obstáculos que exige planejamento motor. Este sistema está ocioso a maior parte do tempo, no entanto, o cérebro raramente toma a decisão de fazer tudo o que podemos fazer.
Como o sistema que registra a entrada sensorial, o sistema parece bastante ação caprichosa em crianças com autismo. Uma mãe pode achar que é difícil fazer a criança vestir as meias, por vezes, a mãe vai tocar a meia, enquanto a criança age como se ele não aprender, ou como se recusar a cooperar. A criança pode parecer totalmente resiste aos esforços de sua mãe, mas o mais provável é que seu cérebro simplesmente não pode cometer o seu sistema de ação naquele momento. Em outro momento, ele pode facilmente colocar em seu sock sozinho.
A razão pela qual a criança interage com o ambiente físico é que ele não registra o significado potencial ou uso de muitas coisas. Para saber como usar um triciclo exige o conhecimento do corpo e como ele funciona, e algumas habilidades de pensamento abstrato. Deve-se inferir a partir do triciclo ver que há um lugar para sentar-se nela, os pés dos pedais e siga a corrente em volta dos pedais se movem. O pensamento abstrato é difícil para as crianças com autismo. Quando ele vê um triciclo, e mesmo quando ele gravou enquanto a imagem visual. Portanto, preste atenção para o triciclo, ele ainda não entende que é algo para montar sentar, andar e dá prazer. Como planejamento motor não está funcionando bem, ele vai resistir a qualquer tentativa de fazer upload de casal em triciclo.
Quando você envia alguma coisa para a criança com autismo, lembre-se que ele provavelmente tem as habilidades motoras de usar. No entanto, sua capacidade de agir não permitem que você faça algo novo ou diferente. Se ele já aprendeu a desfrutar de andar de triciclo, ele pode estar disposto a fazê-lo, mas se recusa a entrar em um skate, antes que ele quer para montar o skate ele deveria organizar uma percepção desta como algo familiar. Família Parra maquiagem e que ele precisa para sentir seu corpo em uma determinada posição, os movimentos através de seus sentidos (tato) toque propriocepção, e movimento. Vendo apenas o skate não tem o mesmo entendimento disso do que qualquer outra criança. Crianças com autismo aprendem melhor fazendo.
A criança com autismo não obter o nível normal de prazer, provavelmente, quando experimentou pela primeira vez algumas das atividades, uma vez que seu cérebro não pode registrar sensações corporais desconhecidas tão agradável, ele deve passar por esses sentimentos muitas vezes antes de desfrutar. Muitas vezes, quando uma criança com autismo é submetido a um novo objeto ou terapia atividade, eles são resistentes à atividade, mas depois de algumas sessões sorriem e até mesmo rir desta.
Se conseguirmos algum progresso, os terapeutas e os pais precisam manter a resistência da criança até que esteja pronto a aceitar a atividade terapêutica. Na maioria das vezes, o terapeuta não conseguia parar de a organização interna dos estímulos sensoriais para a criança com autismo, como faz com outras crianças que aprendem com deficiência, porque esta operação é o que dá errado em crianças com autismo.
A atividade motora da criança também pode ser influenciado pela modulação da sensação ruim em relação à gravidade ou movimento. A insegurança gravitacional certamente vai levar a sensações desagradáveis, a menos que o terapeuta ou o cuidado dos pais quando se deslocam a criança se ele não pode ser alterada de entrada vestibular, pode ficar parado. Esta imobilidade é um dos sentir que o terapeuta deve trabalhar durante a terapia.Até que o sensações terapeuta fez vestibular confortável e agradável, devemos esperar que ele resistir a qualquer esforço para se envolver em atividades que envolvam muitos movimentos ou alterações na postura.
Desenvolvimento do planejamento motor.
Processamento sensorial pobres dificulta o desenvolvimento da habilidade motora de planejamento de muitos ângulos, a criança não consegue formar uma percepção visual do objeto na frente dele rapidamente, não desenvolvem a consciência corporal através de dois planejamento motor, tem problemas em potencial no uso de de um objeto, está relutante em envolver-se em determinadas atividades, se recusa a fazer algo novo ou diferente, ou algo que l é bom. A criança com autismo, ele não faz nada para mero prazer dela, como acontece com a criança e cujo cérebro é normal.
Ele não expressa um desejo inato de "fazer" e lhe dá nenhum prazer "fazer" a criança com autismo não desenvolvem seu potencial para interagir com o ambiente. No entanto, algumas crianças com autismo lhes dá grande satisfação e prazer e receber estímulos vestibular. Eles jogam por longos períodos de tempo com o maior interesse undeveloped terapêutico, ou respostas adaptativas. Mesmo quando eles fazem um esforço para planejar uma ação motora, dificuldade, porque eles têm dispraxia.
O mais básico do comportamento humano é a organização das percepções e respostas a essas percepções. O ser que não pode perceber tanto seu ambiente físico, ou agir de forma eficaz nesse ambiente, ela não tem o material básico para a organização de comportamentos mais complexos. Embora a criança com autismo podem ter programação central e movimento normal não é restrita por contrações musculares involuntárias, ele tem sérias limitações, mas aprender a usar seu corpo para se adaptar. É provável que ele tem problemas em muitas áreas incluindo a fala, auto-cuidado, eo comportamento emocional. Como ele não pode organizar respostas motoras simples adaptativa, têm problemas com comportamentos mais complexos.
O objetivo da terapia em crianças com autismo é melhorar o processo, para que mais sentimentos sensoriais são efetivamente "registrados" e modulada, e para incentivar o filho de simples respostas adaptativas, como forma de ajudá-lo a aprender a organizar o seu comportamento . Quando a terapia é uma diferença, a vida da criança é mudado dramaticamente, mas neste momento, a terapia não pode fazer uma grande diferença na vida de cada criança com autismo. Ao continuarmos a tratar crianças com autismo, descobrimos mais sobre os seus problemas neurológicos e desenvolver formas de "pegar" seus cérebros com estímulos sensoriais.
Trecho de "Integração Sensorial e os filhos. Ayres A. Jean PHD 1979
Traduzido por Natalia Montecinos R. Terapeuta Ocupacional da Universidade de Chile.u
pacional da Universidade de Chile.
………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………
Ivestigacion chefe -
Técnica de escovação Sensory vermelho
Muitos o chamam de técnica de escovação, porque ele usa um pincel, mas é muito mais que isso. É uma técnica desenvolvida por Patricia Wilbarger que não só é uma partes do corpo como braços escovado, pernas, costas, etc., Mas também a compressão das articulações. Esta técnica requer uma escova cirúrgica do tipo especial que é usado para lavar feridas na sala de cirurgia, ele não deve nada, fazer cócegas ou picada quando aplicado com firmeza para a pele. A pressão deve ser firme o suficiente para dobrar as cerdas e aperte todos os receptores táteis na área. Escovação deve ser rápido, movendo a escova para trás e para frente em toda a área, evitar a repetição do passado sobre a mesma área. O objetivo é cobrir uma grande área rapidamente e imediatamente siga com compressão / tensão nas articulações. É importante ser consistente e, eventualmente, aplicar pressão profunda. Portanto, mantenha a escova na posição horizontal, quando passou sobre a pele e continuar em movimento. É melhor pincel na pele diretamente. Mas isso pode ser feito sobre a roupa, se necessário, mas a eficácia não é a mesma. Nunca "scrub" de volta na mesma área. Fazendo últimos grandes ou longos, tentando cobrir uma grande área. Escova do braço, perna, costas e nádegas, começando de cima para baixo. Certifique-se de escovar as palmas das mãos e, se possível, as solas dos pés. Escovação deve ser evitado se o estômago ou permitir escova nesta área, porque ele pode criar um estado nervoso. Deixar de fora a cabeça eo rosto, porque são áreas pessoais e protegidos que muitas pessoas não têm permissão para ser tocado em qualquer circunstância. Se a pessoa faz por sua própria iniciativa, devem ser autorizados a fazê-lo.Se esta técnica for feito corretamente, você não está escovando-a com uma pressão de fluxo de sensações tácteis que se espalham sobre a área. Para conseguir isso, a escovação deve ser feito rapidamente e em grandes áreas com movimento constante. Após a conclusão da escovação, siga imediatamente com compressão. A compressão é dada por juntas de pressão rápida extremidades superiores e inferiores. É importante compressão nos ombros, cotovelos e punhos, e também no quadril, joelhos e tornozelos. Você tem que repetir o exercício várias vezes ao dia. O objetivo é manter a calma no indivíduo e ajudar a mantê-lo na modulação sensorial ótima (o que é calmo e alerta, mas não sobre-excitação). Se esta técnica funciona, você verá resultados positivos ao longo das próximas semanas. Algumas pessoas estão desde os primeiros dias. É importante que este trabalho é realizado sob a supervisão de uma pessoa qualificada. Ele deve tomar algumas precauções: • Evite escovar sobre a pele quebrada, queimaduras, erupções ou outras áreas sensíveis • pagar a atenção para a pessoa que aplica pela primeira vez esta técnica para detectar respostas inesperadas. · Se a pele ficar vermelha durante a escovação, é provavelmente uma resposta alérgica, ou pode ser que você está escovando muito tempo na mesma área. · Se algo inusitado ou inesperado acontecer, consulte imediatamente.Descrição da técnica:
Programa de escovar Pressão sugere um programa Wilbarger boa escovação antes e depois da dieta sensorial.Escova irá liberar endorfinas, naturalmente, relaxando o indivíduo.
Esta técnica requer um tratamento especial e escova seca. Você deve ter um para casa e outro para a escola.
Objetivo de proporcionar a entrada sensorial controlada e organizada para ajudar a "estabilizar ou normalizar" o sistema sensorial e permitir uma interacção mais eficaz em seu ambiente.
Ele ajuda a liberar endorfinas, que têm naturalmente peptídeos várias secretado pelo cérebro. Tem um alívio da dor natural.
Procedimento: cobrir todas as áreas de 1 a 5 vezes.
A Técnica
1) Coloque o braço do adulto com a mão em pronação. Comece com o dedo mínimo e passar por cima da mão.Até o braço e para baixo novamente. Gire o braço durante o processo de escovar o lado e da frente, chegando a palma da mão. (Ambos os lados)
Escova o braço para cima e para baixo. Atravessar e voltar para ambos os lados dos ombros.
2) Repita o passo 1 com o outro braço mão, e de palma.
Para mover o braço para a perna colocou a mão da criança em sua coxa e deslize o pincel da mão para a perna. Certifique-se de manter uma pressão firme com o pincel para fazer a transição.
3) Comece escovando a parte externa da perna. Escova da maior parte da perna ao dedo do pé e nas costas.Mover o pincel para o interior da perna gradativamente. de volta. Então, finalmente, a perna de volta à base do pé. EVITAR: escovar a parte interna da coxa.
Repita a etapa 3 na outra perna.
Compressão conjunta
1) A compressão conjunta deve ser concluída em 8 a 10 vezes em cada junta.
2) Os pés e os dedos são 3 compressões. Certifique-se de seus dedos estão relaxados. Não beliscar ou apertar a pele ao fazer a compressão articular.
3) Ombros: Coloque uma mão no ombro. Coloque o outro "cobertura" do cotovelo.
Cotovelo: Endireite o cotovelo não está torcida. Coloque as mãos em ambos os lados. Basta pressionar nesta articulação. Não puxe.
Pulso: Coloque as mãos em ambos os lados. Basta pressionar nesta articulação. Não puxe.
4) Dedos: Coloque os dedos sobre a articulação do meio de cada dedo. Puxe 3 vezes. Repita para cada dedo na mão. Após a etapa de 1 -4 rasteja no outro braço.
5) Quadril: Coloque uma mão atrás do quadril e outro lado, logo abaixo do joelho. Empurre o conjunto. Não puxe. Repita para o outro lado.
6) Knee: Estender a perna. Coloque a mão em ambos os lados. Basta pressionar a junta. Repita no outro joelho.
Tornozelo: Coloque uma mão no tornozelo e outra que abrange o calcanhar. Empurre o conjunto. Repita no outro tornozelo.
Frequência: de 2 a 4 horas, conforme necessário.
Recomendações
* A escovação é mais eficaz quando em contato direto com a pele. Se é possível para expor seus braços, pernas e costas, tanto quanto possível. Arregaçou as mangas, calças e remover o poste se possível. 
* Mantenha na posição vertical durante a execução da pele escovação. Segure a escova na vertical, se a escova é feito sobre a roupa. 
* A pressão do pincel é muito importante a ser elementos programa eficaz. Deve-se escovar firme o suficiente para dobrar as cerdas em cada passagem. 
* Certifique-se de escovar com a mesma pressão por todo o corpo. 
* Cover cada área um de cada vez. Não tem que escovar o braço e perna. 
* A ordem não é tão importante quanto fazer bem cada hora de festa. 
* Para escovar e compressão articular manter contato físico com a pessoa, seja com o pincel ou nas mãos. 
* Verifique a escova toda vez que você vai usar ter certeza que ele é bom. Isso permitirá que uma empresa e até mesmo a pressão por todo o corpo.
Precauções
Não escovação para crianças com menos de 2 meses.
Não escovar sobre as lesões (feridas)
Se seu filho tem a descoloração da pele ou erupção cutânea após a escovação, contacte o seu médico imediatamente.
Este programa deve ser executado sob a supervisão de um terapeuta ocupacional.
Programa de escovação precisa ser seguido por atividades recomendadas pelo terapeuta, como parte da dieta sensorial. Escovação e sistema de compressão articular ajuda a regular o seu sensorial e consciência corporal.
Como problemas sensoriais afetam o comportamento
Por: Frances Vega
O autismo é uma desordem neurológica que afeta o modo como uma pessoa processa a informação. Então, isso leva a problemas de socialização, comunicação e comportamento. O cérebro da pessoa típica de processos de 80% das informações dentro do sistema nervoso de forma inconsciente. No caso de autismo a maioria dessas informações em um processo de forma consciente o que requer muita energia cognitiva e esta é uma razão que o sistema nervoso está sobrecarregado.
O sistema nervoso da pessoa com autismo é frágil e fraca devido a múltiplos fatores:
1) problemas de integração sensorial
2) as deficiências nutricionais
3) os efeitos colaterais de drogas
4) instável padrões de sono
5) Doenças gastrointestinais
6) O Regulamento pobre de emoções
Se este sistema nervoso, que em si é frágil, nós adicionamos as demandas da vida diária a ser carregado para que o menor irritação, a pessoa vai explodir e vai ter uma "birra" ou birra.
O que é a Integração Sensorial?
Agora, todos os sentidos (tato, paladar, olfato, audição, visão) nos dá informações sobre o ambiente que nos rodeia. O cérebro integra todas estas formas de fornecer insight e significado a todas as informações que nos rodeia. Integração sensorial é a organização de toda a informação que entra através dos nossos sentidos e é o que nos dá uma compreensão do que nos rodeia e é o que nos permite formular uma resposta apropriada aos estímulos do ambiente que nos rodeia.
Quando uma pessoa tem problemas de integração sensorial o seu sistema nervoso está em um estado de desequilíbrio que causa grande dificuldade na adaptação do comportamento às demandas do ambiente.
Alguns sinais de integração sensorial pobres são:
* Hipersensistividad ao toque, luz, ruídos, odores ou nenhuma resposta a estes estímulos. 
* Hiperatividade ou inatividade. 
* Dificuldades de Aprendizagem
Problemas de coordenação * 
* tônus ​​muscular pobre
Alguns comportamentos relacionados a problemas de integração sensorial:
* Facilmente distraído 
irritabilidade * 
* impulsividade 
* Overdrive 
* tantrums 
* comportamento desafiador
Existem três sistemas essenciais para ajudar a manter-nos ligados aos nossos corpos:
Sistema de toque
O sentido do tato vem de receptores na nossa pele e nossos corpos. Detecta mudanças na temperatura, pressão e dor. Muito importante para a sobrevivência. Ela nos ajuda a discriminar texturas, formas e superfícies.
Sistema Vestibular
Este é composto por órgãos sensoriais localizados no ouvido interno. Dá-nos equilíbrio, gravidade, movimento e direção espacial. Coordena o movimento dos olhos, cabeça e olhos. Neste sentido é essencial para manter o tônus ​​muscular, coordenação dos dois lados do corpo e manter a cabeça ereta contra a gravidade.
Sistema proprioceptivo
É formada por receptores nos músculos, articulações e ligamentos.Subsconcientemente mostra onde cada parte do corpo localizado. Ele permite que a pessoa com habilidade guia o movimento de seu braço ou perna, sem ter que assistir cada uma das ações envolvidas nesses movimentos. Nós podemos correr, caminhar, escalar e fazer todos os tipos de movimentos.
Tipos de problemas sensoriais:
1 Percepção) fragmentado
* A informação é processada em pedaços 
* só ouvi um par de palavras em uma frase 
* só pode ver uma peça de cada vez (por exemplo, quando ele vê um cara, você só pode ver a boca ou do nariz de cada vez)
2) Problemas de Percepção:
* Visão dupla 
distorções * em posição de profundidade e espacial 
* partes do corpo percebido problema
3) extrema acuidade dos sentidos
* Eu podia ver as partículas no ar 
* pode ouvir freqüências que outros não (como a respiração dos outros, ect) 
* Você pode sentir ondas de aparelhos electromagnéticos (geladeiras e fornos de microondas) 
* detecta odores que os outros não
4) processamento Mono
* Você só pode processar um sentido de cada vez
A hipersensibilidade a estímulos ou hiposensitividad podem variar ao longo do tempo e quando mudamos o meio ambiente. A pessoa pode reagir com extrema ansiedade um dia a um estímulo e no dia seguinte pode mostrar nenhuma reação. Uma pessoa hipersensível é uma pessoa que é facilmente agitado na presença de um estímulo e tende a fugir para ficar longe de que o estímulo. Uma pessoa com hiposensitividad não reagem a estímulos e, portanto, constantemente age para obter esse estímulo.
Toque
hiper sensívelhiposensitivo
não gosta de ser tocadoprecisa ser apertar
resiste abraços e beijostenta tocar em tudo
não gosta de chapéusinsiste em sempre ter algo suportou nas mãos
não gosta de mãos sujasé sempre "engajados" a alguém
não gosto que os dentes ou lavar combforte tendência para apertar tudo o que toca
Audiência
hipersensibilidadehiposensitivo
sensível a ruídos altostende a gritar
pode ouvir freqüências que os outros nãogosta de fazer barulho e alto volume
ouvidos tapadossempre fazendo barulhos com a boca
é facilmente distraído e não gosta de estar lotadovai atrair noisemakers
Gosto e cheiro
hipersensibilidadehiposensitivo
gostos e odores comuns é repulsivaALL teste cheiro e
a sensação de cheiro vai diretamente para o sistema límbico (cérebro emocional)identificar as pessoas pelo cheiro
fazer esforço para vomitaritens inadequado pode ser colocado na boca
é seletiva sobre super-refeições
Vestibular
hiperativohipoativo
falta de equilíbriomuito ativa, sempre em movimento
resiste a atividades de movimento de altasempre subindo, caindo ou spinning
tonto com o menor movimentoimpulsividade
Propriocepção
hipersensibilidadehiposensitivo
acomoda seu corpo em posições diferentesnão mostra sinais de saber onde estão localizados o Sparta corpo
dificuldade em manipular pequenos objetos (botões, por exemplo)desajeitadamente tropeça em torno de
corpo inteiro se vira para olhar para algotônus ​​muscular
Como lidamos com problemas sensoriais?
1. Modificar o ambiente para reduzir a sobrecarga sensorial: Walk seu alredeor e ver o que pode ser modificado para reduzir a sobrecarga sensorial. Você pode alterar o tipo de luzes, evitar usar perfumes ou colônias. Use fones de ouvido, tampões de ouvido, óculos de proteção. Minimize as cores brilhantes, use um leitor de mp3 com a música que agrada a pessoa, para disfarçar o ruído exterior.
2. Usando seguintes terapias
ou TIA - geralmente consiste em expor a pessoa a ouvir diferentes freqüências de som usando fones de ouvido 
ou lentes Irlen - usar diferentes lentes coloridas para melhorar a percepção visual 
ou comportamental Optometria de usar lentes diferentes, prismas e filtros para corrigir problemas de visão.
3. Dieta sensorial, dieta sensorial consiste de uma série de atividades sensoriais planejado para ser incorporadas na rotina diária da pessoa para ajudar a manter o sistema nervoso organizado e focado.
Como desenvolver uma dieta sensorial
1. Preencher um perfil sensorial para identificar a sensibilidade e preferências:
Pergunte a si mesmo as seguintes perguntas: Que tipo de estímulos para a criança? ou evitar? O que distrai você? O que acalma-lo? Atividades que overstimulate ele?
Assista a pessoa
um jogo) favorito (correr, saltar, cantar)
b) "Stimming" (fiação, de balanço, vocalizando)
c) quando este morde (chato, puxa, grita)
d) o mais calmo (envolto em um cobertor, massagem, balançando a cantar)
Um terapeuta ocupacional utiliza uma variedade de escalas e avaliações para preparar a dieta sensoriais adequados às necessidades de cada individuo.Las atividades que apresentamos são um guia. Agora vamos recomendar diversas atividades que você pode fazer em casa para estimular ou acalmar o sistema nervoso. 
Atividades para aliviar 
pressão profunda massagem 
para sentar-se em travesseiros, colchões 
peso colete 
loções de massagem (a minha favorita é lavanda perfumada) 
música macio (de preferência clássica) 
goma de mascar 
chupar uma palha (palha, palha) 
abraço de urso 
"bolas squeeze" 
banho de espuma
Atividades para estimular 
tickle 
saltar no trampolim ou uma terapia bola 
dançando 
jogar água 
de música 
e luzes coloridas piscando 
puxando, chutando bolas 
e estimulando odores fortes (pimenta, laranja, limão)
atividades recomendadas para trabalhar o touch pad
1) Esfregue delicadamente com uma escova de cerdas macias cerca de 10 vezes pelos braços e pernas
pelo menos uma vez por dia.
2) as mãos perfume loção de massagem
3) "pintura a dedo"
4) Esconder objetos pequenos no arroz, areia, feijão ou "espuma"
Barbear
5) massinha
6) Faça castelos de areia ou tortas de lama
7) "fidget brinquedos"
Atividades para trabalhar sobre o sistema vestibular
1) saltar sobre um trampolim
2 rolos)
3) deslizar para baixo um slide
4) utilizando um Sit n Giro
5) balançando em balanços
6) em uma cadeira de balanço
7) Em uma grande bola, sentar ou deitar-se e mova-o para a pessoa em diferentes direcções: frente, lateral, traseira e em uma circular
Para trabalhar o sistema proprioceptivo
1) Dê a cada compressões conjunta ten
2) Envolva a criança em uma toalha grande e deixe por alguns segundos para
3) Empurrar ou puxar carroças
4) dar de comer "ursinhos de goma", marshmallows, gomas de mascar
5) jogos de computador e vídeo
6) "tubos de borracha"
7) coletes de peso
8) "bola squeeze"
Para trabalhar a visão:
1) está disponível brilhantemente coloridos brinquedos com movimentos (tops, bolhas, caleidoscópios, viewmasters, televisores, música, brinquedos de água, lâmpadas chave "Quando a criança é estimulada pela degola objetos nos olhos, mover objetos ou dedos nos olhos , fechar e abrir os olhos, ligar e desligar as luzes, levá-la para brincar com esses brinquedos.
2) em um lugar escuro para fazer os seguintes exercícios: (apenas um de cada vez)
* Localize uma fonte de luz (lanterna ou lanterna veste a) e pedir-lhe para tocar
* Iluminai em algum lugar e pedir-lhe para tocar a iluminação Logar ou mencionar o nome
* Alumbrese rosto e nome das partes do corpo
* Utilizando duas lanternas de luz se mover lentamente para pedir que a criança continue à luz da mãe ou pai com sua lanterna
Para trabalhar em olfato
* Colocar cremes após o banho da criança
* Use bolha banhos de cheiros diferentes
* Prepare uma caixa com vários objetos de cheiro (potpourri, folhas de coentro, canela, cravo e fazer projetos de arte com eles
Algumas dicas:
1. Escolha um lugar na casa livre de distrações. Você pode usar um pequeno tapete ou várias toalhas para definir o espaço de trabalho. Prepare um "ninho" com colchas e almofadas, onde a criança pode ir para acalmar ou relaxar dia duarnte.
2. Coloque o nível da pessoa para falar, olhando para seu rosto. Espero que você tenha contato com os olhos.
3. Diga à pessoa o que fazer antes de iniciar cada atividade
Materiais de antemão 4.Prepare usado. Mantê-lo acessível e é você quem controla a utilização do mesmo
Resposta 5.Espere pessoa calma é. Dê tempo para processar as informações
6. Use o toque, tocando-o firmemente à atenção da pessoa.
7. Fazer o trabalho de alguns minutos, e depois aumentando gradualmente o tempo para atividades que podem ser de uma hora por dia trabalhando com a pessoa.
8. Evite dar a mesma atividade só porque a pessoa gosta. Variar as atividades, muitas vezes
9. Celebrar cada pequena conquista!
10. Incluem pequenas pausas de 5 a 10 minutos durante o cotidiano escolar ou para realizar alguma atividade sensorial para obter os melhores resultados.

Sala de Estimulação multissensorial

Referências:
O mundo Fragile no espectro - por Bill Nason, LLP
Programa de Estimulação Sensorial - preparado por Yadira M. renda OTR / L e Beatrice Soto OTR / L
Guia para os Pais para Entender Integração Sensorial, realizado em 1991 por Sensory Integration International, Torrance, EUA. Tradução castelhana pela terapeuta ocupacional Maria Perez-Aradros Postigo, La Rioja, em fevereiro de 2006.
Este centro está em Oviedo
Em Madrid
CIS tem três centros: Barcelona, ​​Valencia e Logrono
Em Granollers
Este centro está em Vitória.
Em Cadiz
Em Tenerife
Postar um comentário

NOSSO JORNAL

ESSE É O NOSSO DIFERENCIAL!

ESSE É O NOSSO DIFERENCIAL!
PROGRAMA ESTRUTURADO, INDIVIDUALIZADO. ATENDIMENTO DOMICILIAR.

Postagens populares

Minha lista de blogs

Ocorreu um erro neste gadget

GOOGLE ANALÍTICO