AUTISMO EM GOIÂNIA

Seguidores

PALAVRAS DA FONOAUDIÓLOGA E MÃE MARILUCE

Eu não vou mudar meu filho porque é autista; eu prefiro mudar o mundo, e fazer um mundo melhor; pois é mais fácil meu filho entender o mundo, do que o mundo entender meu filho.

ESTOU SEMPRE NA BUSCA DE CONHECIMENTOS PARA AJUDAR MEU FILHO E PACIENTES. NÃO SOU ADEPTA DE NENHUM MÉTODO ESPECÍFICO, POIS PREFIRO ACREDITAR NOS SINAIS QUE CADA CRIANÇA DEMONSTRA. O MAIS IMPORTANTE É DEIXÁ-LOS SEREM CRIANÇAS, ACEITAR E AMAR O JEITO DIFERENTE DE SER DE CADA UM, POIS AFINAL; CADA CASO É UM CASO E PRECISAMOS RESPEITAR ESSAS DIFERENÇAS. COMPARAÇÃO? NÃO FAÇO NENHUMA. ISSO É SOFRIMENTO. MEU FILHO É ÚNICO, ASSIM COMO CADA PACIENTE.
SEMPRE REPASSO PARA OS PAIS - INFORMAÇÕES, ESTRATÉGIAS, ACOMODAÇÕES E PEÇO GENTILMENTE QUE "ESTUDEM" E NÃO FIQUEM SE LUDIBRIANDO COM "ESTÓRIAS" FANTASIOSAS DA INTERNET. PREFIRO VIVER O DIA APÓS DIA COM A CERTEZA DE QUE FAÇO O MELHOR PARA MEU FILHO E PACIENTES E QUE POSSO CONTAR COM OS MELHORES TERAPEUTAS - OS PAIS.

Por Mariluce Caetano Barbosa




COMO DEVO LIDAR COM MEU FILHO AUTISTA?

Comece por você, se reeduque, pois daqui pra frente seu mundo será totalmente diferente de tudo o que conheceu até agora. Se reeducar quer dizer: fale pouco, frases curtas e claras; aprenda a gostar de musicas que antes não ouviria; aprenda a ceder, sem se entregar; esqueça os preconceitos, seus ou dos outros, transcenda a coisas tão pequenas. Aprenda a ouvir sem que seja necessário palavras; aprenda a dar carinho sem esperar reciprocidade; aprenda a enxergar beleza onde ninguém vê coisa alguma; aprenda a valorizar os mínimos gestos. Aprenda a ser tradutora desse mundo tão caótico para ele, e você também terá de aprender a traduzir sentimentos, um exemplo disso: "nossa, meu filho tá tão agressivo", tradução: ele se sente frustrado e não sabe lidar com isso, ou está triste, ou apenas não sabe te dizer que ele não quer mais te ver chorando por ele.

domingo, 11 de novembro de 2012

VIVENDO COM AUTISMO - O MUNDO SENSORIAL



 O MUNDO SENSORIAL DO ESPECTRO DO AUTISMO

Apesar de ser universalmente reconhecida como característica do autismo, sensorial ou com excesso de sensibilidade, é frequentemente ignorado. O guia fornece uma compreensão básica  das dificuldades sensoriais que as pessoas com autismo ou síndrome de asperger pode ter, e as estratégicas que podem ajudar. Para funcionar e participar do mundo que nos rodeia, precisamos usar os nossos sentidos. Os sentidos fornecem aos individuos experiências únicas e nos permite interagir e se envolver com o resto da sociedade. Eles nos ajudam a compreender o ambiente que nos rodeia e responder dentro dele. Eles desempenham um papel significativo em determinar quais as ações que levamos em uma situação particular. Imagine o que acontece quando um, ou todos os seus sentidos são intensificados ou não estão presentes em tudo, muitas vezes referida como disfunção de integração sensorial. Este é o caso de muitos individuos do espectro do autismo.
Existem várias definições de autismo, mas eles raramente falam de como uma pessoa com autismo se sente. É somente através de histórias pessoais dos próprios  individuos, que podemos expressar e descrever o que passa em seu mundo sensorial dolorido. Funções diárias, que a maioria das pessoas tomam para concedido, pode, podem para pessoas com autismo ser negativo e experiências pertubadoras. Comportamentos apresentados por alguém com autismo, muitas vezes, ser uma reação direta à sua  experiência sensorial. Por conseguinte, é compreensível porque eles criam rituais, ou tem comportamentos auto-estimulatórios como spinning, batendo e batendo, porque isso os faz sentir que estão no controle e sentem seguros em seu mundo original.

SISTEMA DO OLFATO
               Processado através de receptores químicos no nariz, isso nos diz sobre o cheiros em nosso ambiente imediatamente. O olfato é um sentido que é muitas vezes negligenciado  e esquecido. É, no entanto, o primeiro sentido que nos confiamos. Para um individuo sobre as dificuldades  do espectro /diferenças podem ser:
HIPO
- Alguns individuos não tem nenhum sentido de cheiro e não conseguem perceber os odores extrema
-Algumas pessoas podem lamber coisas.
HIPER
-Cheiros podem ser intensificados e avassaladores.
-Problemas com banheiro
-Não gostar de pessoas com perfurmes distintos, shampoos,etc. 


SISTEMA DE CONSCIÊNCIA CORPORAL (PROPRIOCEPÇÃO)
                Situado nos músculos e articulações, o nosso sistema de percepção do corpo nos diz que nossos corpos são. Ele também nos informa que as partes do nosso corpo são e como eles estão se movendo. Para um individuo sobre as dificuldades de espectro/  diferenças podem ser:   
 HIPO 
- Proximidade - de pé muito próximo a outro/ não compreensão do espaço corporal pessoal
- Andar pelos cômodos da casa - evitar obstruções
- Esbarrar em pessoas
HIPER
- Dificuldades com habilidades motoras finas, a manipulação de pequenos objetos (botões, amarrar cadarçosde sapatos)
- Movimentos de corpo inteiro a olhar para alguma coisa.

SISTEMA VISUAL
                       Situado na retina do olho e ativado por luz, nossa visão nos ajuda a definir os objetos, pessoas, cores, contraste e limites espaciais. Para um individuo com dificuldades do espectro/ diferenças podem ser:
HIPO
- Podem ver as coisas mais escuras, perder os recursos de linha
- Para alguns, podem concentrar-se na visão periférica, pois sua visão é borrada central,outros  dizem que o principal objetivo é ampliada e na periferia as coisas se tornam turva.
-Percepção de profundidade deficiente - problema com o jogar e pegar, imperícia.
HIPER
-Visão distorcida ocorre e objetos e luzes brilhantes podem saltar em torno
-Fragmentação de imagens, como consequências de muitas fontes
-Focalizando detalhe particular (grãos de areia) mais prazeroso do que olhar para uma coisa como um todo.

TÔNUS  MUSCULAR
O sistema neurológico determina o nosso nível de tônus ??muscular. Tônus muscular permite-nos manter nosso corpo em posição e nos dá a capacidade de movimento. Tônus muscular é o estado dinâmico da musculatura do corpo, em preparação para o movimento. Ele reflete as reações do sistema nervoso central a estímulos sensoriaisÉ um estado de prontidão, que éo resultado de um ciclo normal sensório-motor-sensorial de impulsos. Por exemplo, se você tentar endireitar o braço de alguém, os músculos rapidamente se contrairão, em resposta, mas depois relaxarão após o estímulo terminado (Gagnon, 2003).http://www.apoioautista.com.br/site/Clientes/10806/Image/439398.jpg


Tônus muscular fornece uma estrutura física normal com seus diversos graus de estabilidade e mobilidade. Isso permite que uma criança se sente em uma cadeira enquanto ouve as instruções, sem medo de cair da cadeira. A criança pode alcançar facilmente qualquer coisasobre uma mesa ou no chão e sentar-se ereto novamenteA criança fica estável, que lhe permite facilmente mover contra a gravidade.

Problemas que envolvem não ter um adequado tônus muscular:

Uma criança com hipertonia, reage com exagero aos estímulos que a pessoa com tônus muscular normal lida sem problemas. o músculo irá reagir a um ritmo mais rápido e vairecuperar a um ritmo mais lento, o que cria uma falta de prontidão para o movimentodinâmico. Crianças com tônus ??muscular elevado são freqüentemente descritas como rígidas ou espásticas em seus movimentos (Gagnon, 2003). Pode ser difícil para elas manter a cabeça erguida contra a gravidade ou alcançar algo sem cair.

Aqui é onde a criança começa a desenvolver compensações, o que torna os músculos do pescoço ainda mais rígidos, o que acaba por agravar a inflexibilidade do músculo e dificultar ainda mais o movimento.

Uma criança com, hipotonia, os músculos são lentos para iniciar uma contração e não conseguem contrair totalmente. Muitas vezes, essas crianças também têm dificuldade em manter a contração durante o mesmo tempo que alguém com o tônus ??muscular normal conseguiria. Tônus muscular baixo faz com que os músculos sejam desajeitados (Gagnon, 2003). Você pode observarque a criança deita a cabeça e o corpo sobre a mesa, porque é difícil mantê-los de pé contra a gravidade. Crianças com baixo tônus ??muscular temdificuldade em iniciar o movimento a uma velocidade normal e manter esse movimento. Ela podem ser lenta para responder a estímulos sensoriais, ter dificuldade em manter uma resposta e pode precisar de suporte físico do ambiente, como por exemplo, uma cadeira combraços e a altura em que os pés podem estar firmimente apoiados no chão.

Nosso corpo se mover melhor quando há estabilidade, com o corpo centrado e equilíbrado na linha média.
Postar um comentário

NOSSO JORNAL

ESSE É O NOSSO DIFERENCIAL!

ESSE É O NOSSO DIFERENCIAL!
PROGRAMA ESTRUTURADO, INDIVIDUALIZADO. ATENDIMENTO DOMICILIAR.

Postagens populares

Minha lista de blogs

Ocorreu um erro neste gadget

GOOGLE ANALÍTICO