AUTISMO EM GOIÂNIA

Seguidores

PALAVRAS DA FONOAUDIÓLOGA E MÃE MARILUCE

Eu não vou mudar meu filho porque é autista; eu prefiro mudar o mundo, e fazer um mundo melhor; pois é mais fácil meu filho entender o mundo, do que o mundo entender meu filho.

ESTOU SEMPRE NA BUSCA DE CONHECIMENTOS PARA AJUDAR MEU FILHO E PACIENTES. NÃO SOU ADEPTA DE NENHUM MÉTODO ESPECÍFICO, POIS PREFIRO ACREDITAR NOS SINAIS QUE CADA CRIANÇA DEMONSTRA. O MAIS IMPORTANTE É DEIXÁ-LOS SEREM CRIANÇAS, ACEITAR E AMAR O JEITO DIFERENTE DE SER DE CADA UM, POIS AFINAL; CADA CASO É UM CASO E PRECISAMOS RESPEITAR ESSAS DIFERENÇAS. COMPARAÇÃO? NÃO FAÇO NENHUMA. ISSO É SOFRIMENTO. MEU FILHO É ÚNICO, ASSIM COMO CADA PACIENTE.
SEMPRE REPASSO PARA OS PAIS - INFORMAÇÕES, ESTRATÉGIAS, ACOMODAÇÕES E PEÇO GENTILMENTE QUE "ESTUDEM" E NÃO FIQUEM SE LUDIBRIANDO COM "ESTÓRIAS" FANTASIOSAS DA INTERNET. PREFIRO VIVER O DIA APÓS DIA COM A CERTEZA DE QUE FAÇO O MELHOR PARA MEU FILHO E PACIENTES E QUE POSSO CONTAR COM OS MELHORES TERAPEUTAS - OS PAIS.

Por Mariluce Caetano Barbosa




COMO DEVO LIDAR COM MEU FILHO AUTISTA?

Comece por você, se reeduque, pois daqui pra frente seu mundo será totalmente diferente de tudo o que conheceu até agora. Se reeducar quer dizer: fale pouco, frases curtas e claras; aprenda a gostar de musicas que antes não ouviria; aprenda a ceder, sem se entregar; esqueça os preconceitos, seus ou dos outros, transcenda a coisas tão pequenas. Aprenda a ouvir sem que seja necessário palavras; aprenda a dar carinho sem esperar reciprocidade; aprenda a enxergar beleza onde ninguém vê coisa alguma; aprenda a valorizar os mínimos gestos. Aprenda a ser tradutora desse mundo tão caótico para ele, e você também terá de aprender a traduzir sentimentos, um exemplo disso: "nossa, meu filho tá tão agressivo", tradução: ele se sente frustrado e não sabe lidar com isso, ou está triste, ou apenas não sabe te dizer que ele não quer mais te ver chorando por ele.

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

TRANSTORNO SENSORIAL DE BASE MOTORA

Sensory-Based Motor Disorder (SBMD)


Sensory-Based Motor Disorder (SBMD)- Transtorno Sensorial de Base Motor - é o problema em estabilizar, mover-se ou planejar uma série de movimentos em resposta a um estímulo sensorial.

Esta modalidade ocorre nos sentidos "escondidos", proprioceptivo e vestibular (músculos, movimento e gravidade) pois não respondem de uma forma que o indivíduo consiga perceber seu próprio corpo no espaço e controlar precisamente seus movimentos.

O sistema proprioceptivo permite que nós percebamos aonde estão as partes do nosso corpo em relação uma das outras e manda os sinais de quanto esforço deveremos colocar nos nossos músculos para mover o nosso corpo.

O sistema vestibular nos mantem informados de onde estamos no espaço, da posição da nossa cabeça.

Crianças com Transtorno Sensorial de Base Motora tem dificuldade em seqüenciar movimentos.

Dentro do grupo de transtorno sensorial de base motora a criança pode ter:

Dispraxia que é a dificuldade de traduzir informações sensoriais em movimentos físicos, movimentos novos ou movimentos com etapas múltiplas.

Esta dificuldade pode ser na área motora grossa e por estas crianças não terem um natural senso de onde seus corpos estão no espaço e em relação às outras pessoas e objetos, é comum que estas crianças tropecem ou trombem em pessoas e coisas constantemente.

A dispraxia motora fina geralmente se torna evidente pela dificuldade da criança de alcançar objetos, segurar objetos pequenos e liberar de suas mãos objetos intencionalmente.

A habilidade de executar trabalhos escolares também é profundamente afetada.

E a criança pode apresentar dispraxia oral que são as dificuldades em torno da boca com o uso da língua, lábios e músculos da boca. Geralmente estas crianças tem dificuldade com sugar, engolir e respirar profundamente, além da dificuldade de manter a boca fechada causando que a criança babe.

Crianças com dispraxia geralmente têm pouca tolerância frente a frustrações e pouca auto-estima causadas pela extrema dificuldade de realizar atividades básicas.

Problemas Posturais é a dificuldade em manter o controle adequado do corpo para efetuar tarefas motoras. Baixo tônus muscular causam os problemas de postura, baixo tônus muscular nas costas e abdômem influenciam todas as posturas, da escrita as brincadeiras de parquinho e baixo tônus muscular na região da boca pode dificultar o controle do maxilar inferior que causará inúmeros outros problemas relacionados a boca, da baba a respiração incorreta, passando pela fala e mastigação.

Quando as crianças têm um bom controle da postura conseguem utilizar seus corpos efetivamente, elas conseguem puxar, empurrar, alcançar e resistir e empenharem a força necessária para completarem as tarefas do cotidiano.

A postura correta do corpo nos proporciona uma base estável, porém móvel para o movimento da cabeça, olhos e membros.

Bibliofrafia:

Sensational Kids - Hope and Help for Children with sensory Processing Disorder (SPD) by Lucy Jane Miller, Ph.D., OTR
Postar um comentário

NOSSO JORNAL

ESSE É O NOSSO DIFERENCIAL!

ESSE É O NOSSO DIFERENCIAL!
PROGRAMA ESTRUTURADO, INDIVIDUALIZADO. ATENDIMENTO DOMICILIAR.

Postagens populares

Minha lista de blogs

Ocorreu um erro neste gadget

GOOGLE ANALÍTICO