AUTISMO EM GOIÂNIA

Seguidores

PALAVRAS DA FONOAUDIÓLOGA E MÃE MARILUCE

Eu não vou mudar meu filho porque é autista; eu prefiro mudar o mundo, e fazer um mundo melhor; pois é mais fácil meu filho entender o mundo, do que o mundo entender meu filho.

ESTOU SEMPRE NA BUSCA DE CONHECIMENTOS PARA AJUDAR MEU FILHO E PACIENTES. NÃO SOU ADEPTA DE NENHUM MÉTODO ESPECÍFICO, POIS PREFIRO ACREDITAR NOS SINAIS QUE CADA CRIANÇA DEMONSTRA. O MAIS IMPORTANTE É DEIXÁ-LOS SEREM CRIANÇAS, ACEITAR E AMAR O JEITO DIFERENTE DE SER DE CADA UM, POIS AFINAL; CADA CASO É UM CASO E PRECISAMOS RESPEITAR ESSAS DIFERENÇAS. COMPARAÇÃO? NÃO FAÇO NENHUMA. ISSO É SOFRIMENTO. MEU FILHO É ÚNICO, ASSIM COMO CADA PACIENTE.
SEMPRE REPASSO PARA OS PAIS - INFORMAÇÕES, ESTRATÉGIAS, ACOMODAÇÕES E PEÇO GENTILMENTE QUE "ESTUDEM" E NÃO FIQUEM SE LUDIBRIANDO COM "ESTÓRIAS" FANTASIOSAS DA INTERNET. PREFIRO VIVER O DIA APÓS DIA COM A CERTEZA DE QUE FAÇO O MELHOR PARA MEU FILHO E PACIENTES E QUE POSSO CONTAR COM OS MELHORES TERAPEUTAS - OS PAIS.

Por Mariluce Caetano Barbosa




COMO DEVO LIDAR COM MEU FILHO AUTISTA?

Comece por você, se reeduque, pois daqui pra frente seu mundo será totalmente diferente de tudo o que conheceu até agora. Se reeducar quer dizer: fale pouco, frases curtas e claras; aprenda a gostar de musicas que antes não ouviria; aprenda a ceder, sem se entregar; esqueça os preconceitos, seus ou dos outros, transcenda a coisas tão pequenas. Aprenda a ouvir sem que seja necessário palavras; aprenda a dar carinho sem esperar reciprocidade; aprenda a enxergar beleza onde ninguém vê coisa alguma; aprenda a valorizar os mínimos gestos. Aprenda a ser tradutora desse mundo tão caótico para ele, e você também terá de aprender a traduzir sentimentos, um exemplo disso: "nossa, meu filho tá tão agressivo", tradução: ele se sente frustrado e não sabe lidar com isso, ou está triste, ou apenas não sabe te dizer que ele não quer mais te ver chorando por ele.

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

PONTO DE ENSINO - DICAS

Nota de ensino



Atualizar arquivos de computador, encontrei um documento que eu acho importante: "ponto de ensino". Acho que a maioria de nós já experimentou nossos filhos para as mãos e nos levam em direção ao objeto que eles querem ou até mesmo vendo um livro de imagens, retire o dedo para desenhar as imagens. Ou seja, use sua mão como uma ferramenta. Aconteceu muito antes de nós começamos Erik modificação de comportamento terapia. Seguimos as dicas deste artigo, a verdade é que funcionou muito bem. Desculpe, eu não tinha a referência de origem do artigo. Se alguém faz, eu vou incluí-lo imediatamente. Espero que para atendê-lo tanto quanto nós.





PONTO DE ENSINO

A conduta de nota é o primeiro gesto real que é extraordinariamente importante na comunicação, porque tem características de ser intencional, e simbólica intersubjetiva.
O ensino de comportamento é de notar melhoras no comportamento e comunicação infantil de qualidade.

Observando o comportamento da criança pode:
1. atrair a atenção dos outros para objetos ou eventos que já tenham interesse da criança.
2. compreender o significado deste gesto, quando os outros fazem e siga com os olhos na direção indicada pelo adulto.
3. usar comportamentos contato Acular coordenada com gestos, no qual a atenção é combinado com a outra pessoa.
4. ação gestual criança está aberto à intervenção de outra pessoa, e através de seus olhos explicitado por um lado, especificar a pessoa alvo do gesto e outro para o objeto que você quer ser pessoa orientado.
5. entender que para ser eficaz, o adulto deve ver.

Algumas razões para ensinar ponto de menino para a TGD:

  As crianças com PDD têm dificuldade com todos os códigos de comunicação, não só fala, mas também não-verbal códigos, incluindo a expressão facial e contato visual.
  Uma das razões mais importantes para o ensino a conduta de se notar é que nós podemos começar a criança percebe que a comunicação (para sinalizar para os outros) pode ser muito útil e proporcionar a satisfação de seus desejos.
  Conduta proporciona a criança a ponto de o sinal mais fácil do que você permite resultados rápidos. Podemos ajudar você a dominar uma placa com esse recurso. A maneira mais eficaz para alcançar esses resultados é significativamente ajudar sempre que ele diz.
  O domínio de um gesto tão versátil quanto o comportamento dos sinais, que podem ser usadas em situações diferentes, indicando que a criança faz com que você quiser sem ter que uso de sinais ou palavras.
  A criança pode usar o gesto de apontar de forma eficaz mesmo quando sabem que os objetos têm nomes. O ensino de sinais ou palavras que exige conhecimento prévio.
  Como no primeiro ano de vida na criança normal, gestos, expressões faciais e os olhos devem ser alguns dos procedimentos mais importantes utilizados pela criança com autismo para especificar as suas intenções.
  Só usá-lo você pode aprender a usar o gesto de apontar.
  Os adultos vão participar e compreender de forma mais imediata e eficaz com as demandas de crianças com autismo em qualquer situação.
  A prepara o comportamento observado, e pode facilitar a criança para o mundo de palavras e de um vocabulário amplo e variado.
  A conduta de nota é um meio eficaz de alcançar, relativamente cedo, o menino com autismo aprendem para regular o comportamento dos adultos ao seu redor, ea média de suas possibilidades, para mostrar mais relevantes comportamentos comunicativos, como os comportamentos de atenção compartilhada.

Seqüência de passos no ensino do comportamento observado

Esta seqüência estabelece cinco momentos de ensino, (Elizabeth Newson, 1998):   Jogar nota: O objetivo principal é que a criança se acostuma e, portanto, vir a adquirir o hábito de obter o que deseja através do ato de toque apontar. Isto irá ajudar a criança a ser mais consciente do seu dedo indicador. devem modelar o comportamento observado por meio do índice. A modelagem deve ser feita sem força e rapidamente, mas ficando o seu filho para tocar a imagem ou objeto. É mais importante para tocar esse nome.   Apontando a uma distância: É um gesto mais abstrato e mais conteúdo social na medida em que pode ser usado para obter assistência. Para seus objetos de ensino atraente deve ser escolhido e que a criança pode ver facilmente a curta distância, mas não pode alcançar. Tentamos atingir um dos objetos. Naquele tempo, pegar sua mão e apontar modelo comportamental (sem tocar o objeto). Ele estava acompanhado por expressões como: "Jose disse," e imediatamente dar-lhe o que ele disse. Isso deve acontecer rapidamente. O principal objetivo nesta etapa é que a criança torna-se uma experiência adulta que, espontaneamente, responder ao que você deseja alcançar.   Aponte para escolher: Uma visão que a criança já se habituou a chamar de distância, podemos considerar o ensino uma terceira etapa em que nós ensinamos apontar o comportamento da criança para escolher entre várias opções ou alternativas. Para fazer isso devemos dar oportunidades para fazer escolhas. No comportamento significa que a nota, damos um sentido de competência para negociar com os adultos, melhorando a compreensão do que é a comunicação. O fato de que a criança pode começar o negócio deve ser uma prioridade para estabelecer a qualidade deste tipo de comunicação.   Identificar e fazer uso do olhar: A visão de que a criança adquiriu o comportamento de ponto, devemos colocar nossa cara, de acordo com os seus olhos para fazer contato visual. Devemos ser persistentes, pois é um sinal de notar reais a menos que constitui uma mensagem para alguém, e olhar para o adulto está mostrando que esta mensagem é para o adulto. Este passo é importante recompensar, dando-lhe o que ele diz, tanto apontar como fazer uso dos olhos, ao mesmo tempo. É desejável, portanto, espere um ou dois segundos para obter a aparência.   Identificar e usar sons ou palavras: Neste último passo é desejável reduzir o número de objetos para não confundi-lo com muitas palavras, especialmente se não existe uma linguagem ainda. Quando fornecemos um objeto que tenha indicado anteriormente, estabelecendo contato com os olhos, nós o nome do objeto de forma muito clara. Temos que decidir com antecedência sobre a qual conjunto de palavras vai funcionar, especialmente se mais de uma pessoa é ensinar a criança, e, claro, se alguns dos objetos preferidos das crianças são nome não óbvio. É importante ser muito consistente nesta fase. eu. deve esperar um ou dois segundos para dar tempo para responder. Embora o adulto quer a criança a imitar a palavra, a criança pode não estar pronto para isso. Devemos estar satisfeitos no início com um som ou apenas uma imitação de movimentos labiais. Aos poucos, o som vai se tornar mais parecido com a palavra que estamos usando ou até mesmo a própria palavra.


Read more: http://elsonidodelahierbaelcrecer.blogspot.com/2010/07/ensenando-senalar.html#ixzz1jIOOk5iw
Postar um comentário

NOSSO JORNAL

ESSE É O NOSSO DIFERENCIAL!

ESSE É O NOSSO DIFERENCIAL!
PROGRAMA ESTRUTURADO, INDIVIDUALIZADO. ATENDIMENTO DOMICILIAR.

Postagens populares

Minha lista de blogs

Ocorreu um erro neste gadget

GOOGLE ANALÍTICO