AUTISMO EM GOIÂNIA

Seguidores

PALAVRAS DA FONOAUDIÓLOGA E MÃE MARILUCE

Eu não vou mudar meu filho porque é autista; eu prefiro mudar o mundo, e fazer um mundo melhor; pois é mais fácil meu filho entender o mundo, do que o mundo entender meu filho.

ESTOU SEMPRE NA BUSCA DE CONHECIMENTOS PARA AJUDAR MEU FILHO E PACIENTES. NÃO SOU ADEPTA DE NENHUM MÉTODO ESPECÍFICO, POIS PREFIRO ACREDITAR NOS SINAIS QUE CADA CRIANÇA DEMONSTRA. O MAIS IMPORTANTE É DEIXÁ-LOS SEREM CRIANÇAS, ACEITAR E AMAR O JEITO DIFERENTE DE SER DE CADA UM, POIS AFINAL; CADA CASO É UM CASO E PRECISAMOS RESPEITAR ESSAS DIFERENÇAS. COMPARAÇÃO? NÃO FAÇO NENHUMA. ISSO É SOFRIMENTO. MEU FILHO É ÚNICO, ASSIM COMO CADA PACIENTE.
SEMPRE REPASSO PARA OS PAIS - INFORMAÇÕES, ESTRATÉGIAS, ACOMODAÇÕES E PEÇO GENTILMENTE QUE "ESTUDEM" E NÃO FIQUEM SE LUDIBRIANDO COM "ESTÓRIAS" FANTASIOSAS DA INTERNET. PREFIRO VIVER O DIA APÓS DIA COM A CERTEZA DE QUE FAÇO O MELHOR PARA MEU FILHO E PACIENTES E QUE POSSO CONTAR COM OS MELHORES TERAPEUTAS - OS PAIS.

Por Mariluce Caetano Barbosa




COMO DEVO LIDAR COM MEU FILHO AUTISTA?

Comece por você, se reeduque, pois daqui pra frente seu mundo será totalmente diferente de tudo o que conheceu até agora. Se reeducar quer dizer: fale pouco, frases curtas e claras; aprenda a gostar de musicas que antes não ouviria; aprenda a ceder, sem se entregar; esqueça os preconceitos, seus ou dos outros, transcenda a coisas tão pequenas. Aprenda a ouvir sem que seja necessário palavras; aprenda a dar carinho sem esperar reciprocidade; aprenda a enxergar beleza onde ninguém vê coisa alguma; aprenda a valorizar os mínimos gestos. Aprenda a ser tradutora desse mundo tão caótico para ele, e você também terá de aprender a traduzir sentimentos, um exemplo disso: "nossa, meu filho tá tão agressivo", tradução: ele se sente frustrado e não sabe lidar com isso, ou está triste, ou apenas não sabe te dizer que ele não quer mais te ver chorando por ele.

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Como Ensinar as Cores - Parte I, II e III

Como Ensinar as Cores


Ao contrário do que muitos pais pensam, ensinar os nomes das cores é realmente muito fácil. Ás vezes ouvimos mães dizerem: "Meu filho tem 2 anos e meio e ainda não sabe as cores!" E começam a achar que o filho é lento para aprender...
O mais provável, porém, é que o problema esteja na metodologia usada pelos pais, que normalmente é ambígua e confusa. Vou dar um exemplo: O pai pega um coelhinho e diz: "Isso é verde!"

o bebê entende:



 Em seguida mostra um elefante de madeira  e diz: Amarelo!

o bebê entende:




Por fim mostra uma bola de madeira e diz: " Amarelo!"
Agora, o bebê percebe que amarelo NÃO É  "elefante" e começa a cogitar que

amarelo = madeira

Devido à inconstância do adulto, o bebê não percebe que os termos "amarelo" e "verde" referem-se às cores.
Na próxima postagem, vou falar mais sobre como ensinar "as cores" a bebês.



Como Ensinar as Cores II

Dica 1 :Use objetos IGUAIS, mas de CORES DIFERENTES:
Você pode usar por exemplo, balões, cartões, lápis de cor, ou giz de cera, tanto faz. O fato de os objetos serem todos iguais faz com que o bebê perceba que a única diferença entre eles é a cor. Assim, ao ouvir "verde, azul" ou "amarelo", ele vai deduzir que são as cores.

DICA 2 :  Use Objetos DIFERENTES, mas de coresIGUAIS:



É a técnica oposta da anterior. O fato de todos os objetos serem diferentes, e o adulto se referir a todos eles pelo nome "amarelo", leva o bebê a buscar o que há em comum entre eles, que é justamente a cor.


Como Ensinar as Cores III


Dica 3: Evite Ambigüidades. Use cores do mesmo tom. Ex: inicialmente, eleja apenas um tom de azul ( azul piscina, por exemplo). E procure trabalhar, ao menos das primeiras vezes, com tons de azul aproximados. Se você for ensinar a cor azul, e mostrar um objeto azul piscina, um azul-marinho, e em seguida, um azul turquesa, vai confundir o bebê. O mesmo princípio se aplica a outras cores.

Dica 4: Ao ensinar cores, comece pelas CORES PRIMÁRIAS.
Ensine primeiro  azul, vermelho, amarelo, preto e branco.
Para tornar tudo ainda mais fácil para o bebê, comece abordando apenas duas cores (por ex: vermelho e amarelo) .

Com que idade uma criancinha já tem condições de aprender as cores?
Embora a média das crianças aprenda as cores por volta dos 2 anos , posso lhes garantir que uma criança de inteligência normal tem condições de aprender as cores (na verdade os nomes das cores) com um ano e meio. Minha filha mais nova com um ano já sabia as cores primárias, o preto e o branco. Com um ano e meio já sabia todas as cores, inclusive as gradações (azul claro, azul marinho, cinza, bege, salmon, prateado, dourado, etc).  Idem para a outra filha. Não é necessário ter inteligência especial para isso. Entretanto, quanto mais estimulado, mais o bebê vai aprender.
Postar um comentário

NOSSO JORNAL

ESSE É O NOSSO DIFERENCIAL!

ESSE É O NOSSO DIFERENCIAL!
PROGRAMA ESTRUTURADO, INDIVIDUALIZADO. ATENDIMENTO DOMICILIAR.

Postagens populares

Minha lista de blogs

Ocorreu um erro neste gadget

GOOGLE ANALÍTICO