AUTISMO EM GOIÂNIA

Seguidores

PALAVRAS DA FONOAUDIÓLOGA E MÃE MARILUCE

Eu não vou mudar meu filho porque é autista; eu prefiro mudar o mundo, e fazer um mundo melhor; pois é mais fácil meu filho entender o mundo, do que o mundo entender meu filho.

ESTOU SEMPRE NA BUSCA DE CONHECIMENTOS PARA AJUDAR MEU FILHO E PACIENTES. NÃO SOU ADEPTA DE NENHUM MÉTODO ESPECÍFICO, POIS PREFIRO ACREDITAR NOS SINAIS QUE CADA CRIANÇA DEMONSTRA. O MAIS IMPORTANTE É DEIXÁ-LOS SEREM CRIANÇAS, ACEITAR E AMAR O JEITO DIFERENTE DE SER DE CADA UM, POIS AFINAL; CADA CASO É UM CASO E PRECISAMOS RESPEITAR ESSAS DIFERENÇAS. COMPARAÇÃO? NÃO FAÇO NENHUMA. ISSO É SOFRIMENTO. MEU FILHO É ÚNICO, ASSIM COMO CADA PACIENTE.
SEMPRE REPASSO PARA OS PAIS - INFORMAÇÕES, ESTRATÉGIAS, ACOMODAÇÕES E PEÇO GENTILMENTE QUE "ESTUDEM" E NÃO FIQUEM SE LUDIBRIANDO COM "ESTÓRIAS" FANTASIOSAS DA INTERNET. PREFIRO VIVER O DIA APÓS DIA COM A CERTEZA DE QUE FAÇO O MELHOR PARA MEU FILHO E PACIENTES E QUE POSSO CONTAR COM OS MELHORES TERAPEUTAS - OS PAIS.

Por Mariluce Caetano Barbosa




COMO DEVO LIDAR COM MEU FILHO AUTISTA?

Comece por você, se reeduque, pois daqui pra frente seu mundo será totalmente diferente de tudo o que conheceu até agora. Se reeducar quer dizer: fale pouco, frases curtas e claras; aprenda a gostar de musicas que antes não ouviria; aprenda a ceder, sem se entregar; esqueça os preconceitos, seus ou dos outros, transcenda a coisas tão pequenas. Aprenda a ouvir sem que seja necessário palavras; aprenda a dar carinho sem esperar reciprocidade; aprenda a enxergar beleza onde ninguém vê coisa alguma; aprenda a valorizar os mínimos gestos. Aprenda a ser tradutora desse mundo tão caótico para ele, e você também terá de aprender a traduzir sentimentos, um exemplo disso: "nossa, meu filho tá tão agressivo", tradução: ele se sente frustrado e não sabe lidar com isso, ou está triste, ou apenas não sabe te dizer que ele não quer mais te ver chorando por ele.

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Treinar a memória pode aumentar a inteligência


Treinar a memória pode aumentar a inteligênciaA memória de trabalho é o tipo de memória que permite ao cérebro manter ativas as representações de informações que acabaram de sair de sua frente, como um número de telefone ou a forma do objeto que você procura. Graças a ela, você tem continuidade ao lidar com o mundo e resolver problemas, sem esquecer o que estava fazendo segundos atrás.
Cientistas cognitivos consideram a memória de trabalho um componente chave da inteligência e há evidências de que o exercício da memória de trabalho melhora outras habilidades cognitivas, como o raciocínio e a resolução de problemas. Num estudo publicado no ano passado, concluiu-se que jogos para o cérebro podem melhorar o raciocínio abstrato em crianças e ainda ter efeito meses após o treinamento, mas também descobriram algumas limitações.
O estudo colocou 32 crianças do ensino fundamental durante um mês num programa rigoroso de jogos computadorizados desenvolvidos para testar, desafiar e fortalecer a memória de trabalho. Outras 30 crianças treinaram num outro programa computadorizado que envolvia responder perguntas de conhecimento geral e vocabulário.
Os jogos de memória de trabalho necessitavam que as crianças acompanhassem e lembrassem uma sequência de posições numa matriz e, logo em seguida, respondessem perguntas sobre ela. Quando uma criança ia bem num jogo, a próxima sequência ficava mais longa, desafiando ainda mais a habilidade da criança de guardar em sua memória a sequência e informações espaciais.
O programa necessitava da atenção total da criança por até um minuto e enfatizava a habilidade de filtrar as distrações para focar numa única tarefa. A criança precisava lembrar onde e em qual ordem os itens apareciam na tela, depois fazer o caminho inverso para responder as informações corretamente. Se a criança perdesse algum detalhe, não conseguiria concluir o exercício.
Ao final do mês de treinamento as crianças passaram por um teste de raciocínio abstrato, também conhecido como inteligência fluida. Os pesquisadores inicialmente encontraram pouca diferença no teste de inteligência entre o grupo do treinamento da memória de trabalho e o de conhecimentos gerais. Apesar de várias crianças que treinaram a memória terem desempenhado melhor neste teste, seu grupo não havia se tornado mais inteligente que o outro grupo.
Foi então que os pesquisadores se aprofundaram nos dados e notaram um padrão muito claro. As crianças que mais aumentaram de desempenho no treinamento de memória de trabalho também foram aquelas que tiveram o melhor desempenho no teste de inteligência fluida. E mesmo três meses depois, elas ainda estavam melhores. Ou seja, a melhora de desempenho em memória de trabalho indicava claramente um aumento de inteligência.
Os pesquisadores concluíram que o treinamento cognitivo pode funcionar e ter efeito de longo prazo, mas que existem fatores limitantes que devem ser considerados para avaliar os efeitos do treinamento, um dos quais é a diferença individual de desempenho. A certeza é tanta que eles propõem que pesquisas futuras investiguem não mais se esse tipo de treinamento funciona, e sim quais regimes e condições de treinamento resultam nos melhores efeitos de transferência.
É por isso que o programa de treinamento do Cérebro Melhor oferece uma variedade de exercícios cerebrais na forma de jogos divertidos com diversos níveis de dificuldade, incluindo vários jogos para memória de trabalho. Você pode elevar o nível de desafio à medida que melhora sua habilidade, de forma a manter-se desafiado no limite da sua zona de conforto. E, se quiser, pode contar com a ajuda do instrutor virtual personalizado para montar seu treino e controlar o nível de dificuldade por você. Experimente! 
Postar um comentário

NOSSO JORNAL

ESSE É O NOSSO DIFERENCIAL!

ESSE É O NOSSO DIFERENCIAL!
PROGRAMA ESTRUTURADO, INDIVIDUALIZADO. ATENDIMENTO DOMICILIAR.

Postagens populares

Minha lista de blogs

Ocorreu um erro neste gadget

GOOGLE ANALÍTICO