AUTISMO EM GOIÂNIA

Seguidores

PALAVRAS DA FONOAUDIÓLOGA E MÃE MARILUCE

Eu não vou mudar meu filho porque é autista; eu prefiro mudar o mundo, e fazer um mundo melhor; pois é mais fácil meu filho entender o mundo, do que o mundo entender meu filho.

ESTOU SEMPRE NA BUSCA DE CONHECIMENTOS PARA AJUDAR MEU FILHO E PACIENTES. NÃO SOU ADEPTA DE NENHUM MÉTODO ESPECÍFICO, POIS PREFIRO ACREDITAR NOS SINAIS QUE CADA CRIANÇA DEMONSTRA. O MAIS IMPORTANTE É DEIXÁ-LOS SEREM CRIANÇAS, ACEITAR E AMAR O JEITO DIFERENTE DE SER DE CADA UM, POIS AFINAL; CADA CASO É UM CASO E PRECISAMOS RESPEITAR ESSAS DIFERENÇAS. COMPARAÇÃO? NÃO FAÇO NENHUMA. ISSO É SOFRIMENTO. MEU FILHO É ÚNICO, ASSIM COMO CADA PACIENTE.
SEMPRE REPASSO PARA OS PAIS - INFORMAÇÕES, ESTRATÉGIAS, ACOMODAÇÕES E PEÇO GENTILMENTE QUE "ESTUDEM" E NÃO FIQUEM SE LUDIBRIANDO COM "ESTÓRIAS" FANTASIOSAS DA INTERNET. PREFIRO VIVER O DIA APÓS DIA COM A CERTEZA DE QUE FAÇO O MELHOR PARA MEU FILHO E PACIENTES E QUE POSSO CONTAR COM OS MELHORES TERAPEUTAS - OS PAIS.

Por Mariluce Caetano Barbosa




COMO DEVO LIDAR COM MEU FILHO AUTISTA?

Comece por você, se reeduque, pois daqui pra frente seu mundo será totalmente diferente de tudo o que conheceu até agora. Se reeducar quer dizer: fale pouco, frases curtas e claras; aprenda a gostar de musicas que antes não ouviria; aprenda a ceder, sem se entregar; esqueça os preconceitos, seus ou dos outros, transcenda a coisas tão pequenas. Aprenda a ouvir sem que seja necessário palavras; aprenda a dar carinho sem esperar reciprocidade; aprenda a enxergar beleza onde ninguém vê coisa alguma; aprenda a valorizar os mínimos gestos. Aprenda a ser tradutora desse mundo tão caótico para ele, e você também terá de aprender a traduzir sentimentos, um exemplo disso: "nossa, meu filho tá tão agressivo", tradução: ele se sente frustrado e não sabe lidar com isso, ou está triste, ou apenas não sabe te dizer que ele não quer mais te ver chorando por ele.

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

  • 23 de fevereiro de 2011
    Kiefer Sutherland é confirmado em nova série de criador de ‘Heroes’

    Kiefer Sutherland
    Menos de um ano depois do cancelamento de “24 horas”, Kiefer Sutherland já tem novo emprego. O ator foi confirmado nesta terça-feira (22) no papel do protagonista de “Touch”, novo drama da 20th Century Fox escrito por Tim Kring, criador de “Heroes”.
    A história do seriado fala sobre um pai (Sutherland) e seu filho autista, que tem o poder de prever eventos antes de eles acontecerem. A produção do episódio piloto deve começar entre maio e junho, segundo site Deadline.
    Charles McDougall, que dirigiu os pilotos de “Desperate housewives” e “The good wife”, é o principal cotado para a direção do episódio de estreia.
    Até o ano passado, Sutherland trabalhava em “24 horas”, como o agente Jack Bauer. A série teve oito temporadas e rendeu ao ator um Emmy em 2006. Desde o fim do programa, muito se especula se ele terá um filme ou não. Um roteiro pronto para a adaptação chegou a ser recusado no começo do ano.
    Kiefer Sutherland é confirmado em nova série de criador de ‘Heroes’
    Ator de ’24 horas’ será o protagonista do drama televisivo ‘Touch’.
    História fala sobre pai e filho autista, que tem poderes paranormais.

  • 22 de janeiro de 2011
    Tá bombando na net. Duelo de Banjos
    CENA QUE MARCOU O FILME
    O filme Amargo Pesadelo estava sendo rodado no interior dos Estados Unidos.
    O diretor fez a locação de um posto de gasolina nos confins do mundo, onde
    aconteceria uma cena entre vários atores contracenando com o proprietário do
    posto onde ele também morava com sua mulher e filho. Este último autista e
    nunca saía do terreno da casa.
    A equipe parou no posto de gasolina para abastecer e aconteceu a cena mais
    marcante que o diretor teve a felicidade de encaixar no filme.

    Num dos cortes para refazer a cena do abastecimento, um
    dos atores que sendo músico sempre andava acompanhado do seu instrumento de
    cordas aproveitando o intervalo da gravação e já tendo percebido a presença
    de um garoto que dedilhava um banjo na varanda da casa aproximou-se e
    começou a repetir a sequência musical do garoto.

    Como houve uma ‘resposta musical” por parte do garoto, o
    diretor captou a importância da cena e mandou filmar. O restante vocês verão
    no vídeo.

    Atentem para alguns detalhes:
    - O garoto é verdadeiramente um autista;
    - ele não estava nos planos do filme;
    - A alegria do pai curtindo o duelo dos banjos…
    dançando
    - A felicidade da mãe captada numa janela da casa;
    - A reação autêntica de um autista quando o ator músico
    quer cumprimentá-lo.

    Vale a pena o duelo, a beleza do momento e, mais que
    tudo, a alegria do garoto.
    A sua expressão. No início está distante, mas, à medida
    que toca o seu banjo, ele cresce com a música e vai se deixando levar por
    ela, até transformar a sua expressão num sorriso contagiante, transmitindo a
    todos a sua alegria.
    A alegria de um autista, que é resgatada por alguns
    momentos, graças a um violão forasteiro. O garoto brilha, cresce e exibe o
    sorriso preso nas dobras da sua deficiência, que a magia da música traz à
    superfície.
    Depois, ele volta para dentro de si, deixando a sua
    parcela de beleza eternizada “por acaso” no filme “Amargo Pesadelo” (Ano:
    1972)


    0 comentarios
  • 29 de novembro de 2010
    Baixar Filme Temple Grandin 2010

    Temple Grandin: Brilho Eterno de Uma Mente Autista

    por Fábio M. Barreto, de Los Angeles
    Quando Temple Grandin se vê diante de um estímulo, ela responde de forma diferente que eu ou você. Sua mente busca referências, mostra imagens e exemplos concretos do assunto tratado, seja uma mera menção a sapatos ou a mecânica envolvida no ato de se abrir um portão. Sua mente funciona de forma concreta, logo, evoluiu na direção da obtenção de resultados como conclusão de qualquer idéia. Ela é incapaz de abstrair. Ela é uma respeitada especialista na engenharia agropecuária. Ela é autista. Diagnosticada com autismo em meados da década de 50, quando ser autista significava ser internado sem expectativas de melhora, a Dra. Temple Grandin trilhou um caminho improvável e, em fevereiro de 2010, ganhou uma telebiografia produzida pela HBO e estrelada de forma brilhante por Claire Danes. Assim como a mente concreta de Temple, tantas variáveis positivas levaram a um resultado palpável e incontestável: o Emmy de Melhor Filme, na noite.
    Segue link para baixar o filme.
    http://www.pegaki.com/filme-temple-grandin/
    http://www.baixarfilmesdublados.net/baixar-filme-temple-grandin-legendado/


    2 comentarios
  • 29 de novembro de 2010
    KATE WINSLET EM DOCUMENTÁRIO SOBRE AUTISMO
    Kate Winslet, vencedora de um Óscar com «The Reader», fará a narração em inglês de um documentário islandês sobre autismo.
    «The Sunshine Boy», realizado por Fridrik Thor Fridriksson, e que conta também com as participações dos músicos Bjork e Sigur Ros, conta a história de um mãe que tenta entrar no mundo do filho autista de 11 anos. A protagonista viaja meio-mundo da Islândia até ao Estado norte-americano do Texas para visitar a terapeuta Soma Mukhopadhyay. O documentário estreiou internacionalmente, no Festival Internacional de Toronto, no Canadá.
    «Estou muito feliz e honrada que Kate tenha aceite a narração. A sua contribuição é fundamental para despertar as pessoas para o autismo, que muitos reclamam ser a epidemia de maior crescimento actualmente no mundo», afirmou, citada pela BBC, Margret Dagmar Ericsdottir, mãe do jovem autista
Postar um comentário

NOSSO JORNAL

ESSE É O NOSSO DIFERENCIAL!

ESSE É O NOSSO DIFERENCIAL!
PROGRAMA ESTRUTURADO, INDIVIDUALIZADO. ATENDIMENTO DOMICILIAR.

Postagens populares

Minha lista de blogs

Ocorreu um erro neste gadget

GOOGLE ANALÍTICO