AUTISMO EM GOIÂNIA

Seguidores

PALAVRAS DA FONOAUDIÓLOGA E MÃE MARILUCE

Eu não vou mudar meu filho porque é autista; eu prefiro mudar o mundo, e fazer um mundo melhor; pois é mais fácil meu filho entender o mundo, do que o mundo entender meu filho.

ESTOU SEMPRE NA BUSCA DE CONHECIMENTOS PARA AJUDAR MEU FILHO E PACIENTES. NÃO SOU ADEPTA DE NENHUM MÉTODO ESPECÍFICO, POIS PREFIRO ACREDITAR NOS SINAIS QUE CADA CRIANÇA DEMONSTRA. O MAIS IMPORTANTE É DEIXÁ-LOS SEREM CRIANÇAS, ACEITAR E AMAR O JEITO DIFERENTE DE SER DE CADA UM, POIS AFINAL; CADA CASO É UM CASO E PRECISAMOS RESPEITAR ESSAS DIFERENÇAS. COMPARAÇÃO? NÃO FAÇO NENHUMA. ISSO É SOFRIMENTO. MEU FILHO É ÚNICO, ASSIM COMO CADA PACIENTE.
SEMPRE REPASSO PARA OS PAIS - INFORMAÇÕES, ESTRATÉGIAS, ACOMODAÇÕES E PEÇO GENTILMENTE QUE "ESTUDEM" E NÃO FIQUEM SE LUDIBRIANDO COM "ESTÓRIAS" FANTASIOSAS DA INTERNET. PREFIRO VIVER O DIA APÓS DIA COM A CERTEZA DE QUE FAÇO O MELHOR PARA MEU FILHO E PACIENTES E QUE POSSO CONTAR COM OS MELHORES TERAPEUTAS - OS PAIS.

Por Mariluce Caetano Barbosa




COMO DEVO LIDAR COM MEU FILHO AUTISTA?

Comece por você, se reeduque, pois daqui pra frente seu mundo será totalmente diferente de tudo o que conheceu até agora. Se reeducar quer dizer: fale pouco, frases curtas e claras; aprenda a gostar de musicas que antes não ouviria; aprenda a ceder, sem se entregar; esqueça os preconceitos, seus ou dos outros, transcenda a coisas tão pequenas. Aprenda a ouvir sem que seja necessário palavras; aprenda a dar carinho sem esperar reciprocidade; aprenda a enxergar beleza onde ninguém vê coisa alguma; aprenda a valorizar os mínimos gestos. Aprenda a ser tradutora desse mundo tão caótico para ele, e você também terá de aprender a traduzir sentimentos, um exemplo disso: "nossa, meu filho tá tão agressivo", tradução: ele se sente frustrado e não sabe lidar com isso, ou está triste, ou apenas não sabe te dizer que ele não quer mais te ver chorando por ele.

terça-feira, 8 de março de 2011

Floortime ! Por que eu uso o modelo DIR?



Um grande aspecto do modelo D.I.R. é a compreensão. O modelo DIR/Floortime é baseado em um novo modelo de desenvolvimento da mente que tem ajudado crianças portadoras de necessidades especiais e seus familiares a construir uma estrutura social, emocional e intelectual mais saudável, capacitando-os a melhorar a relação entre eles, tornando-os capazes a não focalizarem em comportamentos isolados. Esse desenvolvimento envolve muitos elementos e um grande time de profissionais. 
A sigla DIR significa Desenvolvimento Diferencial Individual e Relacional. Esse modelo está embasado em um tipo de intervenção interdisciplinar que focaliza no estado emocional da criança e considera o seu sentimento, a relação com os pais, os níveis de desenvolvimento e as diferenças individuais, responsáveis pelas diferentes respostas aos estímulos sensoriais. 
Essa intervenção foi criada pelos Drs. Stanley Greenspan e Serena Wielder com a intenção de envolver cada criança portadora de necessidades especiais, compreendendo os diferentes níveis de desenvolvimento e valorizando as melhores capacidades. A intervenção proclama seguir a liderança da criança e respeitar as diferenças sensoriais, cognitivas e motoras. 

A terapia DIR / Floortime acredita que:
·                    Interrelacão e afetividade são condições necessárias para garantir a aprendizagem;
·                    Toda criança é única e deve ser tratada individualmente;
·                    Toda criança tem possibilidade de avanços;
·                    A família é a base do tratamento.

A ideia central da terapia Floortime é que os pais devem compreender como a criança está se desenvolvendo emocionalmente e cognitivamente, levando em considerações uma questão fundamental: como a criança inicia a comunicação com pessoas que estão ao seu redor? 
De acordo com Academia Internacional de Ciências não existe um único estudo que valide qualquer intervenção especifica, mas há evidências de intervenções que funcionam, como o DIR/Floortime e outras intervenções baseadas nesse método.
Postar um comentário

NOSSO JORNAL

ESSE É O NOSSO DIFERENCIAL!

ESSE É O NOSSO DIFERENCIAL!
PROGRAMA ESTRUTURADO, INDIVIDUALIZADO. ATENDIMENTO DOMICILIAR.

Postagens populares

Minha lista de blogs

Ocorreu um erro neste gadget

GOOGLE ANALÍTICO